F1: Verstappen indica Leclerc e Norris como candidatos ao título no futuro

Max Verstappen, piloto da Red Bull Racing, apontou Charles Leclerc e Lando Norris como pilotos que serão campeões na Fórmula 1 no futuro. A revelação veio durante entrevista ao canal DAZN, onde o holandês participou de um segmento onde precisava escolher um único piloto para ‘apostar um jantar’ que conquistará o título.

Apesar de ter escolhido Leclerc, que venceu o GP de Mônaco este ano e ocupa a segunda colocação no campeonato, Verstappen reforçou a possibilidade de outros pilotos brigarem pelo título. “Você pode apostar em alguns, eu acho”, disse o holandês antes de ser informado que precisava escolher apenas um.

Norris, piloto da McLaren que venceu pela primeira vez na categoria em Miami e pressionou Verstappen pela vitória em Ímola e Montreal, foi o segundo nome escolhido por Verstappen.

A escolha de Leclerc e Norris reflete a nova cara da disputa pelo campeonato em 2024. Apesar de buscar o tetracampeonato, Verstappen enfrenta forte concorrência este ano. A Ferrari soma duas vitórias, uma com Leclerc e outra com Carlos Sainz, enquanto Norris venceu uma pela McLaren e a Mercedes voltou ao páreo com George Russell brigando pela vitória no Canadá, depois de fazer a pole.

Mesmo com a ascensão de outros pilotos, Verstappen acredita que a Red Bull ainda tem margem para evolução. O piloto holandês destacou o problema do RB20 em lidar com irregularidades na pista, como ondulações e zebras altas, o que atrapalhou o desempenho em Mônaco.

“Estamos sofrendo muito com zebras e ondulações nas pistas”, disse Verstappen. “Então, definitivamente temos uma área em que podemos trabalhar e definitivamente melhorar o carro por uma margem bem grande se conseguirmos controlar isso.”

Verstappen confia na capacidade da Red Bull de resolver o problema sem afetar outras áreas do carro. “Sabemos que essa é uma fraqueza e também sei que estamos trabalhando duro para tentar resolver isso, porque eu realmente sinto que é uma grande limitação de desempenho para nós no momento”, encerrou o piloto holandês.