F1: Stella quer foco no processo para McLaren brigar pelo título

A McLaren não está se deixando levar pelos resultados recentes e segue priorizando seu processo de desenvolvimento, para brigar pelo título na Fórmula 1. A afirmação é do chefe da equipe, Andrea Stella, que assumiu o cargo no fim de 2022 e tem sido peça-chave na ascensão da equipe britânica.

Desde a chegada de Stella, a McLaren deixou de ser figurante no pelotão intermediário e passou a incomodar os líderes do campeonato. Lando Norris conquistou sua primeira vitória na F1 este ano em Miami, e também esteve na briga em Ímola e Montreal.

O bom momento se reflete em pontos, pois a McLaren somou mais pontos que os concorrentes diretos nas últimas três corridas.

Apesar do progresso significativo, Stella alerta para o perigo de se concentrar apenas nos resultados. “Vemos que estamos em uma boa posição, mas esquecemos isso na sequência e pensamos no que precisamos fazer para melhorar na próxima corrida”, afirmou no fim de semana em Montreal.

“Não focamos em resultados, mas sim no processo, em manter a performance e entregar projetos. Na Fórmula 1, se você se preocupa demais com o resultado, pode se desviar do caminho certo”, acrescentou.

Os avanços da McLaren ficaram evidentes com o segundo lugar de Oscar Piastri em Mônaco, que segundo Stella, comprova a solução da antiga deficiência em curvas de baixa velocidade. No entanto, o dirigente reconhece que a equipe ainda não está em condições de bater a Red Bull com regularidade, embora admita que a diferença diminuiu.

“Acreditamos que podemos brigar por pódios. O grid está equilibrado, com alguns times separados por poucos décimos. A pista, o desempenho dos pilotos e outros fatores influenciam o resultado. O importante é estarmos preparados para maximizar nosso potencial, e então veremos o que acontece”, finalizou Stella.