F1: “Só o tempo de Leclerc preocupa”, afirmou Marko após P11 de Verstappen

Dois carros da Red Bull fora do top 10 na Fórmula 1, é uma cena rara, mas se tornou realidade no TL1 em Mônaco. Max Verstappen e Sergio Perez não utilizaram os pneus macios, mas o RB20 ainda não atende às exigências dos pilotos. Helmut Marko, consultor da equipe, reconhece a necessidade de ajustes.

O dirigente austríaco, que recentemente completou 81 anos, comparou o desempenho da Red Bull com o de Charles Leclerc da Ferrari, que também marcou seu melhor tempo com pneus médios. Marko sabe que o piloto da Ferrari também estava com carga máxima de combustível, assim como Verstappen e Perez. “Ele (Leclerc) ganhou muito tempo em relação a nós no primeiro setor”, disse Marko à ORF.

Marko chamou o RB20 de ‘instável no momento’. No entanto, ele não quer causar pânico. “Parece pior do que é. O carro está saltando um pouco demais e estamos lutando com a falta de aderência no eixo dianteiro em algumas curvas”, disse ele.

As equipes Mercedes e McLaren ocuparam as quatro primeiras posições no TL1, mas Marko afirmou que isso não significa nada para o restante do fim de semana. “Para nós, apenas o tempo de Leclerc é preocupante. Os outros (na frente) estavam usando pneus macios. É reconfortante saber que só estamos perdendo tempo em uma curva específica”, finalizou o consultor da Red Bull.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.