F1: Sainz afirma que amizade com Leclerc ajuda no sucesso da Ferrari

Apesar de ter que deixar a Ferrari para a chegada de Lewis Hamilton na temporada 2025 da Fórmula 1, Carlos Sainz mantém boas recordações da equipe italiana. Em entrevista ao programa espanhol ‘El Hormiguero’, o piloto falou sobre seu relacionamento com o companheiro de equipe Charles Leclerc e como isso beneficiou a Ferrari.

Sainz garantiu ter recebido tratamento igualitário ao longo de sua passagem pela Ferrari. “Não posso reclamar do tratamento que recebi na Ferrari. Em todas as equipes há momentos de tensão, porque você sempre pensa: ‘Eles poderiam ter me ajudado mais’. Assim como Charles ou na própria Ferrari, devem ter pensado que em algum momento eu poderia ter agido melhor. Mas é alta competição, você vira a página e esquece”, afirmou.

Desde sua estreia na F1, Sainz dividiu a garagem com pilotos como Max Verstappen, Pierre Gasly, Nico Hulkenberg e Lando Norris. Mesmo com a preferência da Ferrari pela permanência de Leclerc, a amizade entre os dois pilotos não foi afetada.

“A verdade é que meu companheiro de equipe e eu somos amigos fora da pista”, disse Sainz. “Nos damos muito bem, temos um ótimo relacionamento e formamos uma boa equipe.”

Sainz e Leclerc venceram uma corrida cada nesta temporada, com o espanhol triunfando em Melbourne e o monegasco conquistando a vitória em casa, em Mônaco. O alto número de chegadas no top 10 por ambos os pilotos, garantiu à Ferrari a segunda colocação no campeonato de construtores no momento, atrás apenas da Red Bull Racing.

Para Sainz, a amizade entre ele e Leclerc foi fundamental para o atual sucesso da Scuderia. “Acho que se tem algo que funcionou e ainda funciona na Ferrari, são os dois pilotos se dando bem. Nós vencemos corridas, alcançamos pódios, e além disso, trabalhamos como uma equipe”, concluiu o espanhol.