F1: Sainz acredita em Ferrari forte para Mônaco, mas vê disputa acirrada

A Ferrari tem sido competitiva em Mônaco nos últimos anos. A Scuderia conquistou a pole position em 2021 e 2022, mas não conseguiu vencer nenhuma das corridas. Em entrevista ao GPblog, Carlos Sainz disse acreditar que a equipe italiana estará forte novamente em 2024.

“Olhando para o passado, então sim”, disse o espanhol. “O exemplo mais recente é Singapura, que eu acho que foi o último circuito de rua verdadeiro que visitamos (na verdade foi Las Vegas). No ano passado, não tivemos um bom desempenho em Mônaco e não sei ao certo por quê. Acho que um dos nossos principais focos nas últimas semanas foi entender o que deu errado em Mônaco, já que esperávamos um bom resultado. Uma vez que entendermos isso, podemos montar um pacote melhor para este ano.”

Fernando Alonso afirmou que Mônaco é um circuito onde a Ferrari se sai muito bem. Sainz concorda com o compatriota, mas faz um alerta: “Todos nós esquecemos que a Red Bull venceu em Mônaco no ano passado. A Aston Martin quase conquistou a pole com Fernando, e a McLaren, mesmo não sendo tão competitiva naquele momento, teve um bom desempenho. Olhando para Singapura no ano passado, a McLaren também se saiu bem. Acho que este ano vai depender dos pilotos, do acerto dos carros, dos pneus, da volta de saída do box e da volta rápida (na sessão de classificação).”

Sainz acredita que a disputa em Mônaco será acirrada. Diferentemente de circuitos como Spa-Francorchamps ou Zandvoort, Mônaco exige um tipo diferente de pilotagem e acerto do carro.

O Espanhol não acredita em milagres: “Mesmo assim, continuo achando que a combinação mais rápida de carro e piloto estará na pole em Mônaco. Não existem milagres na Fórmula 1. Você precisa evoluir ao longo dos treinos. Não dá para ficar para trás em nenhum momento do final de semana”, concluiu.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.