F1: “Mônaco é show à parte, mas precisa de algumas alterações no circuito”, afirmou Sainz

Apesar da adição de circuitos como Las Vegas e Miami ao calendário da Fórmula 1, para Carlos Sainz, nenhum supera o glamour e a tradição do GP de Mônaco. O piloto da Ferrari, que nunca terminou fora da zona de pontuação no principado, defende a permanência da corrida no calendário.

“Sinto muito pelos outros, mas acho que ninguém supera Mônaco e nunca vai superar”, disse Sainz ao GPblog.

Entretanto, o espanhol reconhece os desafios do circuito monegasco, principalmente a dificuldade de ultrapassagem. “A única coisa que atrapalha Mônaco é a corrida em si, que às vezes é um pouco entediante. Quero aproveitar para sugerir que, se houver uma oportunidade de criar uma zona de ultrapassagem no circuito, olhem para a cidade, para o traçado, e se esforcem para fazer isso acontecer. Tornaria Mônaco uma pista muito melhor”, acrescentou.

Sainz acredita que, com modificações para permitir mais ultrapassagens, o GP de Mônaco pode garantir seu futuro na Fórmula 1. “Isso nos deixaria todos ansiosos pelo domingo, em vez de saber que, se nada acontecer na corrida, tudo bem. Não subestimo as mudanças em Ímola e Mônaco, esse tipo de circuito pode permanecer no futuro com algumas alterações”, finalizou o piloto espanhol.