F1: Marko revela problema de correlação entre simulador e carro real

A Red Bull enfrenta um obstáculo inesperado na disputa pelo campeonato na temporada 2024 de Fórmula 1. O consultor da equipe, Helmut Marko revelou problemas de correlação entre o simulador e o carro real, o que comprometeu o desempenho neste final de semana em Mônaco.

Depois de um início de temporada dominante, com cinco vitórias nas sete primeiras corridas, a Red Bull vem mostrando sinais de vulnerabilidade nas últimas etapas. Em Mônaco, neste sábado, Verstappen ficou apenas com o P6 para o grid de largada na corrida de domingo. O companheiro de equipe, Sergio Perez, teve um desempenho ainda pior, sendo eliminado logo no Q1 e ficando apenas com o P18.

“Sabíamos que (Charles) Leclerc seria imbatível aqui, mas ainda tínhamos esperança de largar na primeira fila”, disse Marko à Sky alemã. “Éramos rápidos no primeiro setor, mas perdíamos dois ou três décimos no segundo. Max teve que arriscar tudo no setor um, e aí deu errado.”

Para explicar a diferença entre a expectativa e a realidade, Marko revelou que o simulador da Red Bull não está fornecendo dados precisos. “Nosso problema básico não é específico na pista. A correlação entre o simulador e a pista não está funcionando. No simulador, passamos pelas zebras sem problemas, e aqui o carro pula como um canguru.”

O consultor da equipe acredita que esse seja o principal fator que vem dificultando a pilotagem dos carros: “É por aí que precisamos começar. Esperamos recuperar nosso desempenho em pistas reais”, completou Marko.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.