F1: Marko nega pedido de investigação sobre asa da Mercedes

Helmut Marko, consultor da Red Bull Racing, desmentiu os rumores de que a equipe solicitou à FIA uma reavaliação da asa dianteira da Mercedes.

Especulava-se que a Red Bull suspeitava de flexibilidade excessiva na asa da equipe alemã, o que poderia dar uma vantagem aerodinâmica. Marko afirmou que a asa cumpre as exigências iniciais: “Eles têm uma nova asa dianteira, e nas imagens da TV é possível ver claramente que as asas de George Russell e Lewis Hamilton estavam flexionando. No entanto, as asas tinham a folga necessária quando foram homologadas.”

O dirigente austríaco ressalta que a FIA continuará fiscalizando a peça: “Tudo estava ok em Montreal. Haverá outra inspeção em Barcelona e em Spielberg, e assim por diante. Então tudo deve estar ok novamente. Claro, também é verdade que a concorrência está olhando criticamente. Não somos os únicos nisso”, acrescentou.

A polêmica surgiu após a boa performance da Mercedes no GP do Canadá de Fórmula 1, com Russell conquistando a pole position e o primeiro pódio da equipe na temporada com o P3, além de Hamilton ter terminado a corrida em P4.