F1: Marko fala em “grande decpção” após sessão de classificação

O GP de Mônaco de Fórmula 1 tem sido para a Red Bull um exercício de controle de danos. O fim de semana da equipe até agora foi dramático, com Max Verstappen e Sergio Perez terminando a sessão de classificação em sexto e décimo oitavo, respectivamente. Helmut Marko analisou o desempenho da equipe até o momento.

A Ferrari esteve forte o final de semana inteiro, e na classificação foi Charles Leclerc quem marcou o tempo mais rápido. O piloto da casa vai largar da pole position no GP de Mônaco. “Sabíamos que Leclerc era o grande favorito, mas esperávamos uma vaga na primeira fila. Isso também era possível baseado nas diferentes simulações de classificação”, afirmou Marko.

Para Verstappen, as coisas deram errado na segunda tentativa do Q3. “Infelizmente, Max bateu na barreira de proteção na última tentativa. Não foi nada sério, o carro não sofreu danos pelo que vimos. Mas largar em sexto é obviamente uma enorme decepção”, afirmou o austríaco de 81 anos.

“O setor dois foi nosso ponto fraco. No primeiro setor, Max geralmente era o mais rápido, o que significa que ele precisava recuperar o tempo lá. E isso às vezes pode dar errado em Monte Carlo”, continuou ele. Para a corrida de domingo, Marko não tem grandes esperanças. “Para ter qualquer chance de vitória agora, com a sexta posição no grid, seriam necessárias circunstâncias extraordinárias em Monte Carlo. Chegar perto do pódio seria muito bom”, finalizou o consultor da Red Bull.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.