F1: Leclerc avalia que melhora na classificação impulsionou vitória em Mônaco

Charles Leclerc apontou a melhora em seu desempenho na sessão de classificação, como o ponto de virada que o ajudou a vencer o GP de Mônaco de Fórmula 1.

Leclerc é reconhecido como especialista em voltas rápidas desde sua estreia pela Ferrari em 2019, mas esse ritmo veloz não o acompanhou nas primeiras etapas deste ano.

Apesar de liderar os treinos livres na Austrália, Leclerc vacilou na hora mais importante na sessão de classificação, permitindo que Carlos Sainz capitalizasse e conquistasse a primeira dobradinha da Ferrari na corrida.

O monegasco enfrentou problemas em Suzuka em condições de pouca gasolina, comprometendo sua corrida e perdendo o terceiro lugar para Sainz.

No entanto, Leclerc prometeu resolver seus problemas nas sessões de classificação, e desde a China, lidera as disputas internas na Ferrari, somando três pódios nesse período.

Com ultrapassagens quase impossíveis em Mônaco e a posição na pista sendo vital, Leclerc conquistou a terceira pole position em casa e a transformou em uma esperada vitória.

“Sinto que o momento decisivo da temporada já aconteceu algumas corridas atrás”, disse Leclerc. “Não tínhamos exatamente o carro para vencer as últimas provas. Porém, tivemos aqui, e eu sabia que a oportunidade tinha que ser aproveitada. E eu a aproveitei. Então, nesse aspecto, fizemos um ótimo trabalho.”

“Tive duas sessões de classificação com dificuldades no início da temporada. Mas, a partir daí, trabalhei no meu ritmo nas voltas rápidas, e desde então, estou extremamente feliz com o trabalho que estamos fazendo. Muito satisfeito com como as coisas estão indo. E espero que isso nos leve a muito mais vitórias”, acrescentou.

No entanto, Leclerc alertou que a Ferrari não deve se impressionar com o resultado, já que as características únicas da pista de Monte Carlo a tornam um caso à parte no calendário.

“Não devemos nos deixar levar pela emoção”, afirmou. “Obviamente, Mônaco é uma pista muito específica e acho que tivemos um carro muito bom neste fim de semana. Isso não significa que vai continuar assim até o final do ano. Mas olhando para as primeiras corridas da temporada, acho que fizemos um ótimo trabalho maximizando todas as provas que disputamos. Vamos continuar assim.”

Leclerc é o único piloto a terminar entre os quatro primeiros em todas as oito corridas do campeonato até o momento. Sua primeira vitória desde julho de 2022 o coloca na briga pelo título.

Os problemas da Red Bull para encontrar ritmo em Mônaco fizeram com que Max Verstappen terminasse em sexto, reduzindo sua liderança para 31 pontos, enquanto a Ferrari está 24 pontos atrás na classificação de construtores.

Ao saber da situação no campeonato, Leclerc respondeu: “Oh, são 31? Alguém me disse 23. Fiquei animado. 31 está bom. Quero dizer, eu aceito de qualquer maneira. Mas é um pouco mais do que me disseram. Mas está tudo bem, porém não penso no campeonato por enquanto. Ainda é muito cedo na temporada. Acho que as atualizações que levamos para Ímola ainda precisam mostrar o quão bem funcionam e onde isso nos levará. E então, se trata de maximizar todos os finais de semana, e esperançosamente, aos poucos, chegaremos lá”, completou o piloto monegasco.