F1: Bottas nega especulações, mesmo depois de conversa na Williams

Valtteri Bottas negou os rumores que o ligam a um possível retorno à Williams na temporada 2025 da Fórmula 1, apesar de ter sido flagrado em um encontro com o chefe da equipe, James Vowles, durante o final de semana da corrida em Ímola.

O finlandês expressou publicamente sua intenção de permanecer na Sauber, que se prepara para a chegada da Audi em 2026. No entanto, a equipe parece estar buscando uma nova dupla de pilotos. Recentemente, a Sauber anunciou a contratação de Nico Hulkenberg, que irá deixar a Haas no final da atual temporada, e indicou Carlos Sainz como principal candidato para a outra vaga.

Bottas disse em Miami que já conversou com outras equipes para garantir seu futuro na categoria, pois várias vagas na parte de trás do grid estarão disponíveis para o próximo ano. Na semana passada, o finlandês afirmou com convicção que irá permanecer na F1 em 2025, e logo foi visto entrando no motorhome da Williams.

Especula-se que ele tenha tido uma conversa de quinze minutos com o chefe da equipe Williams, Vowles, que está avaliando candidatos para ser companheiro de Alex Albon.

Questionado sobre a frequência com que fala com suas ex-equipes, Bottas respondeu: “Às vezes! James é um bom amigo. Eu fiquei sem café no nosso motorhome, então precisei pegar um pouco lá!”

Bottas estreou na F1 pela Williams em 2013 e permaneceu na equipe britânica até ser escolhido para substituir o então recém-aposentado Nico Rosberg na Mercedes em 2017.

Sobre o conteúdo da conversa com Vowles, Bottas se manteve cauteloso, destacando que é normal para um piloto sem contrato para a temporada seguinte, conversar com outras equipes. “Coisas normais, sobre a vida!”, disse ele. “Claro, quando você está no mercado, quer saber o que há por aí. É uma situação bem normal.”

Enquanto isso, Vowles admitiu que Logan Sargeant está ‘em risco’ na esquipe e afirmou que está avaliando três opções concretas para a vaga do piloto americano. “Estou analisando, e no momento, são cerca de três opções para 2025/2026. Quando pudermos falar sobre isso abertamente, o que não vai demorar, nós o faremos”, encerrou Vowles.