Campeão da F2, Theo Pourchaire escolhe Super Fórmula como próximo desafio

Theo Pourchaire, o mais recente campeão da Fórmula 2, está se preparando para um desafio diferente em 2024, seguindo um caminho que vem se tornando cada vez mais comum entre os talentos europeus. Ao contrário de Charles Leclerc e George Russell, que ingressaram na Fórmula 1 imediatamente após seus títulos na F2, Pourchaire está se direcionando para a Super Fórmula no Japão.

Desde que Nyck de Vries conquistou o campeonato de F2 em 2019, a maioria dos campeões teve que esperar pelo menos um ano por uma vaga na F1. Mick Schumacher foi a única exceção, conseguindo um lugar imediato, mas retornou para a reserva após dois anos na Haas. Atualmente, apenas Oscar Piastri, campeão de F2 e F3, permanece ativo na F1, inicialmente negado pela Alpine e depois recrutado pela McLaren.

Pourchaire, que garantiu o título em sua terceira temporada na F2, será o piloto reserva da Sauber em 2024, mas sem planos de testes pela equipe, ele está focando na Super Fórmula. “Super Fórmula é o plano A. O carro é próximo ao da F1, mais rápido que um carro de F2 e mais parecido com um de F1”, declarou Pourchaire em Abu Dhabi.

A escolha da Super Fórmula por Pourchaire não é isolada. Pilotos como Pierre Gasly e Liam Lawson também passaram por essa categoria antes de se firmarem na F1. A Super Fórmula oferece uma alternativa para pilotos que procuram se manter competitivos e próximos ao nível da F1, em uma classe que possui carros mais rápidos e equipes maiores do que a F2.

Além de Pourchaire, outros pilotos do topo do grid de F2 estão considerando a Super Fórmula para 2024, incluindo Ayumu Iwasa e possivelmente Frederik Vesti. O interesse crescente na Super Fórmula destaca uma mudança no cenário do automobilismo, onde jovens talentos buscam novas rotas para se prepararem para a F1, especialmente com as oportunidades limitadas de testes nos carros da categoria principal.

Pourchaire vê a Super Fórmula como uma etapa crucial em seu desenvolvimento e uma oportunidade de se manter fisicamente e mentalmente em forma para um futuro assento na F1. Este movimento evidencia uma tendência crescente no automobilismo, onde pilotos buscam competições alternativas para ganhar experiência e habilidades antes de dar o salto para a F1.