F1: Williams anuncia novo chefe de aerodinâmica

A Williams anunciou a nomeação de Adam Kenyon como seu novo chefe de aerodinâmica, preenchendo uma posição que estava vaga há um ano. A decisão foi tomada há alguns meses, mas só veio a público recentemente. Kenyon, que já liderou o grupo de aerodinâmica da Mercedes, foi promovido internamente pelo chefe da equipe, James Vowles.

Kenyon tem se destacado em sua nova função, contribuindo não apenas para os objetivos de curto prazo, mas também para o planejamento de longo prazo da Williams, que busca se reestabelecer como uma força competitiva na Fórmula 1. Pat Fry, contratado no ano passado como diretor técnico, supervisiona essas mudanças estratégicas.

“Adam Kenyon é nosso chefe de aerodinâmica, isso foi feito discretamente em março deste ano”, disse Vowles. “Trabalhei com Adam na Mercedes e ele esteve na Red Bull antes disso. Ele estava liderando a operação de forma exemplar, e eu queria garantir que ele pudesse assumir esse papel, que adiciona muitas responsabilidades a ele, que está se saindo brilhantemente.”

Vowles destacou que a reestruturação liderada por Kenyon é parte de um esforço maior para melhorar a equipe a longo prazo. Além disso, a Williams está em um processo ativo de recrutamento, trazendo novos talentos para fortalecer a organização.

“Estamos em uma boa posição, mas é claro que sempre é mais lento do que gostaríamos. Estamos aguardando as pessoas certas e então as contratando e trazendo para a equipe”, completou Vowles.

A expectativa é que, em breve, a Williams anuncie novas contratações de destaque que se juntarão ao time técnico e aerodinâmico, contribuindo para o sucesso futuro da equipe.