F1: Pirelli rejeita proposta de 16 polegadas e mantém pneus de 18 polegadas para 2026

A escolha visa preservar avanços tecnológicos e manter a relevância com veículos de estrada, apesar dos desafios de peso dos carros

A Fórmula 1 está programada para continuar utilizando pneus de 18 polegadas quando o esporte passar por sua radical reformulação em 2026, em meio à escolha da Pirelli de se opor a uma mudança para 16 polegadas.

A última grande reformulação das regulamentações técnicas em 2022 viu a F1 evoluir de 13 para 18 polegadas para garantir que a série se tornasse mais relevante para carros de estrada.

Uma mudança adicional para redimensionar as rodas para 16 polegadas em 2026 estava em revisão, enquanto a FIA se esforça para reduzir o peso dos carros em comparação com a geração atual.

No entanto, a Pirelli teria recusado essa proposta com o argumento de que tal mudança poderia ser vista como um retrocesso no tema da transferência de tecnologia.

Além disso, acredita-se que a Pirelli estava reticente em relação à extensa produção que teria que implementar para fabricar novos pneus para um programa de testes.

Autosport informou que o resultado foi buscado em uma reunião recente do comitê técnico consultivo, enquanto as equipes e a FIA conversavam sobre as regras de 2026.

Embora a escolha não tenha sido comunicada como uma decisão oficial, acredita-se que os pneus de 18 polegadas serão mantidos com modificações no tamanho e forma do pneu.

“Estamos próximos da versão final dos tamanhos,” disse o chefe da Pirelli F1, Mario Isola, à Autosport.

“Obviamente, quando você desenha a roda, você tem que considerar todo o pacote, freios, roda, suspensão, pneu, então acredito que estamos próximos dos tamanhos finais.”

“Temos que mudar porque o novo carro é diferente, e de qualquer maneira, temos que projetar um pneu menor.”

“A discussão está entre pneus de 16 e 18 polegadas. E nossa preferência é permanecer em pneus de 18 polegadas. E acredito que existem razões válidas para permanecer em 18 polegadas, com pneus menores, mas ainda o mesmo aro.”

“É isso que estamos discutindo, apenas um diâmetro um pouco menor, um perfil ligeiramente mais baixo e um pneu um pouco mais estreito.”

O peso dos carros tem sido um tópico de preocupação entre os pilotos nas últimas temporadas, levando a FIA a garantir que as próximas máquinas sejam mais leves e menores.

Mas enquanto a Pirelli se recusou a acomodar uma mudança que ajudaria nessa busca, Isola considerou que uma mudança para aros de 16 polegadas não faria uma grande diferença.

“Há um elemento que é peso,” ele adicionou. “E claramente isso afeta todo o pacote, e também as rodas.”

“A diferença entre 16 e 18 e um 18 estreito não é enorme. Então o elemento de peso está lá.”

“Mas não é o único elemento. Há um elemento de performance. Porque obviamente, se você fosse para pneus de 16 polegadas, muito menores, o risco de superaquecimento é muito maior. Um diâmetro menor significa que você dispersa o calor de uma maneira diferente.”

“E então há muitos elementos que, se quiséssemos projetar um pneu que esteja em linha com as expectativas dos pilotos. Para performance, o pneu de 18 polegadas é melhor do que o de 16.”