F1: Piastri diz que GP da Espanha será um teste para os rivais, não para McLaren

Oscar Piastri acredita que o GP da Espanha de Fórmula 1 será um teste importante para o desenvolvimento dos carros, mas destaca que vê a prova como um desafio maior para as equipes rivais da McLaren.

Piastri se mostrou confiante em relação ao desempenho da equipe britânica no tradicional circuito de Barcelona-Catalunha. A McLaren integra um pelotão de quatro equipes na briga pela liderança do campeonato, dividindo espaço com Red Bull Racing, Ferrari e Mercedes, que vem se aproximando do grupo da frente nas últimas corridas.

Enquanto a Red Bull começou a temporada em grande estilo, dominando as primeiras provas, a equipe vem enfrentando dificuldades desde a introdução de pacotes de atualização por parte dos concorrentes, a partir do GP de Miami, mas a expectativa é que a equipe volte a um bom desempenho na Espanha, onde a eficiência aerodinâmica será mais importante do que a habilidade de superar irregularidades na pista.

O GP da Espanha é considerado um bom parâmetro para avaliar o desempenho geral dos carros, e a corrida em Barcelona também serve como um teste importante para as equipes avaliarem o progresso de seus pacotes de atualização. No entanto, Piastri acredita que isso não se aplica necessariamente à McLaren.

“Será um teste, sim”, afirmou o australiano em entrevista à imprensa, ao ser questionado sobre se o fim de semana seria um teste decisivo para o desempenho e o desenvolvimento dos carros. “Não sei se é exatamente um teste para nós, mas sim, potencialmente para os outros. Acredito que podemos estar confiantes em brigar lá na frente”, completou o australiano.