F1: Mercedes se compromete com a meta de zero emissões até 2040

A equipe Mercedes F1 assumiu um compromisso pioneiro ao assinar o The Climate Pledge, tornando-se a primeira equipe de Fórmula 1 a aderir à iniciativa que visa incentivar as empresas a reduzirem suas emissões de carbono para zero líquido até 2040. Este passo significativo reafirma a liderança da equipe não só nas pistas, mas também em suas práticas sustentáveis e responsabilidade ambiental.

Toto Wolff, chefe da equipe e co-proprietário, destacou o progresso contínuo da Mercedes em sua jornada para alcançar a meta de zero emissões líquidas controladas pela equipe de corrida até 2030. “Após avaliarmos nossas emissões totais na cadeia de suprimentos no ano passado, estamos desenvolvendo metas alinhadas com a iniciativa Science Based Targets para essas emissões, tanto a curto prazo quanto para alcançar zero líquido. Nosso compromisso com o The Climate Pledge confirma nossa intenção de atingir zero emissões líquidas em todos os escopos até 2040,” afirmou Wolff.

Este anúncio não apenas coloca a Mercedes à frente na adoção de práticas mais verdes no automobilismo, mas também serve como um chamado à ação para outras equipes e organizações no esporte. Ao se comprometer com metas ambiciosas e baseadas na ciência para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, a equipe Mercedes F1 está estabelecendo um novo padrão de responsabilidade ambiental na Fórmula 1.

O compromisso da Mercedes com o The Climate Pledge é um testemunho de sua dedicação em liderar pelo exemplo, não apenas na busca por vitórias e títulos, mas também na promoção de um futuro mais sustentável. Ao abordar as emissões em toda a sua cadeia de suprimentos e se comprometer a alcançar zero emissões líquidas em todos os escopos até 2040, a equipe demonstra uma abordagem holística e comprometida com a sustentabilidade.

Este movimento da Mercedes destaca a importância crescente de práticas sustentáveis no esporte a motor e reflete uma consciência maior sobre os impactos ambientais associados à indústria. Com a Fórmula 1 buscando se tornar carbono neutro até 2030, a iniciativa da Mercedes pode inspirar outras equipes a adotarem medidas semelhantes, contribuindo para um esporte mais verde e responsável.

O compromisso com a sustentabilidade e a redução de emissões é um desafio que requer inovação, dedicação e colaboração em toda a indústria do automobilismo. A decisão da Mercedes de aderir ao The Climate Pledge reforça seu papel como líder não só na pista, mas também nas iniciativas de sustentabilidade, encorajando uma mudança positiva em toda a comunidade da Fórmula 1 e além.