F1: Marko afirmou que teste “secreto” foi para entender atuais problemas

O consultor da Red Bull Racing, Helmut Marko, esclareceu, em entrevista ao Motorsport.com, o motivo do teste ‘secreto’ realizado pela equipe em Ímola. Max Verstappen pilotou o RB18 de 2022 no circuito italiano com o objetivo principal de analisar os problemas de dirigibilidade do carro atual.

Nesta sexta-feira, a notícia de que Verstappen e a Red Bull haviam realizado esse teste em Ímola ganhou repercussão, e a equipe confirmou a veracidade da informação, com Marko explicando a escolha do carro antigo para o teste.

“Vencemos a corrida em Ímola, mas isso se deveu exclusivamente a Max. Tivemos sérios problemas de dirigibilidade lá”, afirmou Marko. Segundo o consultor da Red Bull, o carro de dois anos atrás poderia servir como ponto de referência para os problemas do modelo atual, que se manifestam principalmente em circuitos com ondulações e zebras altas.

O teste ‘secreto’, portanto, teria servido para que Verstappen e a Red Bull entendessem melhor o carro e como corrigir os problemas para o futuro. No momento, o foco principal da equipe deve ser o GP da Espanha em Barcelona. Durante o segundo treino livre na sexta-feira, Verstappen ainda lutou com o acerto do RB20, terminando algumas décimos abaixo dos tempos mais rápidos e fechando a sessão na quinta colocação.