F1: Alpine pontua pela quarta corrida consecutiva

A Alpine conseguiu pontuar no GP da Áustria de Fórmula 1, com o P10 de Pierre Gasly, enquanto Esteban Ocon terminou a corrida em P12, depois de mais uma dura disputa entre os dois companheiros de equipe, que quase resultou em um acidente entre eles.

Bruno Famin, chefe da equipe: “Conseguimos marcar um ponto hoje depois de um GP da Áustria muito disputado. Embora isso signifique que continuamos nossa sequência de pontuação, certamente deixamos Spielberg com muitas coisas para revisar a fim de melhorar na próxima vez. Provavelmente não maximizamos o nosso nível de desempenho, e isso significou que nossos rivais diretos capitalizaram e marcaram pontos valiosos. Imediatamente temos Silverstone para nos concentrar no próximo fim de semana, e estamos ansiosos para terminar essa rodada tripla na corrida em casa de Enstone”, concluiu.

Ocon: “Hoje foi uma corrida difícil e terminei fora dos pontos. Tive uma largada muito forte, exatamente o que precisava, pois consegui ultrapassar Nico (Hulkenberg) na primeira volta. Ele conseguiu sobreviver algumas voltas depois, mas ficamos com ele durante o primeiro trecho e a partir daí seria uma corrida de estratégia. Não fomos rápidos o suficiente para lutar pela posição e voltamos ao trânsito após os pit-stops. Tivemos um ritmo melhor no início do fim de semana, por isso, é claro, iremos rever tudo em detalhes para melhorar na próxima vez. Terminaremos a rodada tripla em Silverstone no próximo final de semana, então esperamos que seja um domingo forte para nós em um circuito lendário”, acrescentou.

Gasly: “​“São agora quatro pontuações consecutivas e meu 400º ponto em minha carreira na Fórmula 1. Nesse sentido, foi um dia satisfatório, mas uma corrida que tenho certeza que iremos analisar em detalhes para melhorar alguns coisas. Estivemos sempre na luta por pontos. Não tive uma boa largada e depois disso fiz o melhor para me recuperar. Acho que os dois carros da Haas foram um pouco mais rápidos que nós, e no final, estive perto de Daniel (Ricciardo), mas foi difícil porque era apenas um trem DRS. Vamos nos contentar com um ponto, depois de quatro pontuações consecutivas agora, o que mostra que estamos construindo consistência em diferentes circuitos. Continuamos mais confiantes em nosso pacote e isso é bom para a motivação continuar aumentando e também adicionar desempenho ao carro. Vamos fazer corrida após corrida, focar em nós mesmos e estou muito feliz com a trajetória atual. O próximo é Silverstone!”, finalizou o piloto francês.