GP da Rússia de F1: Bottas termina sexta-feira na frente

Valtteri Bottas, piloto da Mercedes, continuou seu recorde no Grande Prêmio da Rússia ao liderar a tabela de tempos no TL2. O finlandês marcou 1:33.519s para ocupar a primeira posição, à frente do seu companheiro de equipe Lewis Hamilton e Daniel Ricciardo, que impressionou novamente, terminando na P3.

Bottas tem um bom histórico nas sessões de treinos e terminou em primeiro no TL1 no Autódromo de Sochi. Ricciardo também parecia em boa forma, terminado em segundo no TL1 e continuando o bom desempenho com a P3 no segundo treino.

Foi uma sessão sem intercorrências, com a maior novidade sendo a confirmação oficial de que Stefano Domenicali assumirá o cargo de presidente e CEO a partir de janeiro de 2021, com Chase Carey se tornando presidente não executivo.

As curvas 13 e 14 pegaram vários pilotos como Lance Stroll, Hamilton, Max Verstappen e outros, todos travando os pneus e indo para fora da pista.

As equipes optaram por ir para os compostos mais duros no início da sessão. Bottas foi inicialmente mais rápido com o pneu duro, mas foi ultrapassado por Lewis Hamilton e Daniel Ricciardo com o médio pouco depois.

Bottas colocou o composto médio e foi menos de um décimo mais lento do que seu companheiro de equipe – também com os médios. Por trás disso, os Red Bulls com os médios não conseguiam se aproximar do tempo de Ricciardo.

A Mercedes então optou por sair com pneus macios. Hamilton estava a caminho de um tempo incrivelmente rápido, mas cometeu um erro e deixou a pista no setor final. Isso permitiu que Bottas assumisse a liderança com um tempo de 1: 33.519s, mais de dois décimos mais rápido do que o tempo anterior de Hamilton.

Mesmo durante os primeiros stints naquele composto macio, Verstappen não conseguiu ficar à frente do pelotão intermediário. Sua volta foi boa o suficiente para o quinto lugar atrás de Ricciardo e Perez e um segundo e meio atrás de Bottas.

Lando Norris e Carlos Sainz também foram mais rápidos do que Verstappen mais tarde na sessão. O RB16 não está indo muito bem nesta pista, como ficou evidente quando o holandês rodou para tentar melhorar seu tempo.

As equipes, então, optaram por voltar sua atenção para stints mais longos e a tabela de tempos não mudou muito até o final da sessão.

Confira o resultado final do TL2 para o Grande Prêmio da Rússia de F1:

1) Valtteri Bottas (Mercedes) 1’33.519
2) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’33.786
3) Daniel Ricciardo (Renault) 1’34.577
4) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault) 1’34.723
5) Lando Norris (McLaren/Renault) 1’34.847
6) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes) 1’34.890
7) Max Verstappen (Red Bull/Honda) 1’35.048
8) Charles Leclerc (Ferrari) 1’35.052
9) Esteban Ocon (Renault) 1’35.139
10) Sebastian Vettel (Ferrari) 1’35.183
11) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda) 1’35.210
12) Alexander Albon (Red Bull/Honda) 1’35.242
13) Daniil Kvyat (AlphaTauri/Honda) 1’35.461
14) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari) 1’35.516
15) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes) 1’35.563
16) George Russell (Williams/Mercedes) 1’35.575
17) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes) 1’35.627
18) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) 1’35.729
19) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari) 1’36.053
20) Romain Grosjean (Haas/Ferrari) 1’36.858

 

Quer assistir ao vivo às corridas da Indy e Superbike? Clique e experimente o DAZN grátis por 1 mês!

Clique e receba as notícias da F1Mania.net pelo WhatsApp.

Siga-nos nas redes sociais:
Twitter
Facebook
Instagram

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.

Confira o destaque do nosso canal no YouTube: F1Mania.net Em Dia 24/09/2020 – Domenicali pode ser a salvação do GP do Brasil?:

 

Ouça nossos podcasts diários na sua plataforma favorita:
Spotify
Google Play Music
Deezer
iTunes
Amazon