F1: Wolff está transformando a Mercedes na “equipe de Antonelli,” diz Villeneuve

O campeão mundial de Fórmula 1 de 1997, agora comentarista, Jacques Villeneuve, acredita que o chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, está determinado a transformar a equipe de Brackley em um território fechado para todos, exceto Andrea Kimi Antonelli.

Desde que Lewis Hamilton revelou, antes da temporada de 2024, que deixará a Mercedes no final do ano para se juntar à Ferrari, o debate sobre quem será o parceiro de George Russell em 2025 tem sido intenso. Wolff tinha um grande interesse em tentar atrair Max Verstappen, mas esse interesse esfriou, assim como qualquer interesse pelo deslocado Carlos Sainz. Em vez disso, Wolff aumentou as conversas sobre promover o Junior da Mercedes, Antonelli, da Fórmula 2 para a Fórmula 1 na próxima temporada, e Villeneuve fez algumas declarações contundentes sobre o assunto.

“É a equipe do Kimi Antonelli, esse é o futuro. Ele foi preparado para isso. Toto Wolff não aceitará de outra forma. Há ego envolvido. Ele provará ao mundo que estava certo, que quando Antonelli tinha 12 anos, ele sabia que ele seria um futuro campeão.”

Se Wolff priorizar Antonelli é uma questão de “ego” ou não é meramente especulativo e típico do estilo franco de Villeneuve como comentarista. O que se sabe é que Antonelli é uma estrela em ascensão rápida, tendo pulado a Fórmula 3 para competir na Fórmula 2 este ano.

O adolescente italiano também está nas fileiras da Mercedes desde 2019, então é bastante claro que Wolff e sua equipe o veem como uma parte importante do futuro da equipe. Além disso, Wolff teve a oportunidade de trazer Verstappen para a F1 como novato, mas perdeu para a Red Bull, que teve a flexibilidade de colocar o holandês em sua equipe Toro Rosso em 2015, enquanto a Mercedes estava ocupada com Hamilton e Nico Rosberg.

Como resultado, não é de se surpreender que Wolff tenha escolhido focar em Antonelli em vez de Sainz. “Queremos nos concentrar em Kimi, esse é o nosso futuro, jovens pilotos, queremos nos comprometer com isso, com jovens pilotos, e foi isso que dissemos a Carlos,” disse Wolff à Sky Germany.

Antonelli já testou os carros da Mercedes de 2021 e 2022 enquanto se prepara para o futuro no esporte. Há rumores de que sua estreia poderia ocorrer antes de 2025 com a Williams, no lugar do americano Logan Sargeant. O único ponto de impedimento a respeito disso era a inelegibilidade de Antonelli para uma Superlicença da FIA, pois ele não completa 18 anos até 25 de agosto, apesar de ter os 40 pontos necessários devido ao seu sucesso nas fórmulas juniores.

No entanto, a FIA mudou suas regras para permitir que pilotos “que tenham demonstrado recentemente e consistentemente uma habilidade e maturidade excepcionais em competições de carros de fórmula monoposto possam obter uma superlicença aos 17 anos de idade.”