F1: Williams bastante satisfeita com resultado em Silverstone

A Williams mostrou um desempenho surpreendente no GP da Inglaterra de Fórmula 1, com ritmo forte, Alex Albon terminou a corrida em Silverstone em P9 e Lance Stroll em P11.

Sven Smeets, diretor esportivo da equipe: “O carro funcionou bem hoje nestas condições mistas e bastante frias. Alex sofreu alguns danos nas primeiras curvas da corrida depois de um contato, mas evitou uma grande colisão com grande habilidade. Logan teve uma boa largada e ambos os carros tiveram um bom ritmo na primeira parte da corrida. Quando veio o primeiro período de chuva, os dois pilotos fizeram um excelente trabalho permanecendo com os pneus slicks, já que era difícil decidir quando passar para colocar os intermediários. Em retrospectiva, talvez devêssemos ter parado uma volta mais cedo, já que a chuva se intensificou rapidamente. Quando a chuva passou, colocamos pneus slicks em ambos os carros no momento certo e Logan e Alex tiveram um ótimo ritmo em uma pista que secava rapidamente. Logan conseguiu ultrapassar (Kevin) Magnussen para o P11, e Alex fez um grande movimento sobre Yuki (Tsunoda) para o P9, marcando dois pontos valiosos para a equipe. No geral, foi um bom fim de semana para a equipe, depois de dois finais de semana difíceis”, concluiu.

Albon: “Tive um contato na curva 3 e outro na curva 4, perdendo também um pedaço da asa dianteira, então fiquei um pouco preocupado no início. Depois disso, tudo se encaixou e fiquei feliz.
Eu sabia que a chuva viria e que haveria uma segunda chance, então tive que ser paciente e esperar que as oportunidades surgissem. Tomamos as decisões certas na maior parte do tempo, lutando na hora certa pelos pneus certos. Perdemos algum tempo nos pit stops e acho que sem os danos poderia ter marcado mais pontos, mas ainda estou feliz. É um fim de semana em que realmente precisávamos de entregar com a equipe, por isso fazer isso em nosso GP em casa torna-o sempre mais especial”, acrescentou.

Sargeant: “Foi um bom dia no geral. Desde o TL2, onde lutamos com combustível alto, colocamos o carro em uma posição muito melhor, e isso ficou evidente. Tivemos um bom ritmo, principalmente com os pneus slicks. Lutei um pouco na pista seca com os intermediários, degradando um pouco demais os pneus. Executamos tudo relativamente bem e mantivemos tudo sob controle em condições complicadas. Fiquei bastante infeliz com a parada para colocar os pneus intermediários, com Alex tendo uma parada lenta à frente, o que me custou tempo. É claro que, em retrospectiva, talvez houvesse algumas decisões que poderíamos ter tomado uma ou duas voltas antes, o que poderia ter sido a diferença entre um ponto ou não. No geral, estou feliz com a forma como pilotei neste final de semana”, completou.