F1: Red Bull Powertrains pode estar sob pressão em relação ao motor para 2026

A Fórmula 1 sofrerá uma grande mudança de regulamentos em 2026, com alterações significativas tanto na aerodinâmica quanto nos motores. A Red Bull Racing entrará nessa nova era como fabricante própria de unidades de potência, através da Red Bull Powertrains, em parceria com a Ford. O consultor da equipe, Helmut Marko, ressalta a alta pressão em cima do desenvolvimento do motor.

Segundo informações obtidas pelo GPBlog, a Red Bull Powertrains estaria atrasada em relação aos concorrentes. No entanto, Marko negou que isso esteja acontecendo: “Adivinhem quem está espalhando esses rumores”, disse misteriosamente ao jornal austríaco OE24. “Não há nada de verdade nisso, estamos perfeitamente no cronograma.”

Apesar do aparente bom caminho (perlo menos oficialmente), Marko, de 81 anos, admite que existe pressão. Afinal, não há plano B caso o motor não funcione adequadamente. “Não temos plano B, nosso motor precisa funcionar. Existem muitos fatores envolvidos, como combustível, bateria e assim por diante. Será emocionante ver quem estará na frente”, concluiu Marko.