F1: RB reconhece erro com antecipação de atualizações

A RB admitiu que apressar a implementação de um pacote de atualizações para o GP da Espanha de Fórmula 1, foi um erro cometido pela equipe.

Depois de um bom início de temporada com consistência nas pontuações, principalmente de Yuki Tsunoda, a equipe-irmã da Red Bull Racing enfrentou dificuldades na Espanha e na Áustria. O CEO da RB, Peter Bayer, afirmou que a pressa para introduzir novos componentes contribuiu para a queda de rendimento.

“Cometemos o erro de tentar implementar o pacote de atualizações de forma antecipada”, disse Bayer. “Originalmente, o plano era introduzi-lo nesta próxima corrida (Inglaterra), mas como tínhamos arriscado um grande pacote em Miami, achamos que seria melhor estreá-lo em Barcelona, mas forçamos demais a equipe.”

Segundo Bayer, a confiança gerada pelo sucesso inicial com atualizações rápidas motivou a decisão de adiantarem os planos. “Talvez não tenhamos feito toda a análise necessária para ter tudo pronto. Foi um tropeço, mas aprendemos com ele”, acrescentou.

Enquanto isso, o chefe de equipe na RB, Laurent Mekies, afirmou que a corrida Sprint em Spielberg foi usada para coletar dados com especificações alternativas nos carros. “Desde Barcelona, todos na fábrica e na pista têm trabalhado arduamente para entender melhor as atualizações introduzidas na Espanha. Esse trabalho continuou no único treino livre na Áustria, e a corrida Sprint também nos forneceu dados valiosos.”

“Nunca é ideal comparar especificações durante uma corrida Sprint, mas sentimos que era um investimento necessário para o nosso futuro de médio prazo. A equipe e os pilotos fizeram um ótimo trabalho montando a melhor configuração possível para sábado e domingo”, acrescentou Mekies.

O diretor técnico da RB, Jody Egginton, confirmou que a equipe voltará a utilizar um único pacote aerodinâmico em Silverstone. “Aprendemos muito com as atualizações recentes na Áustria, e a partir disso, pudemos convergir para um único pacote aerodinâmico otimizado para Silverstone. É animador ver os resultados desses experimentos alimentando diretamente nosso processo de desenvolvimento aerodinâmico, o que trará benefícios tangíveis”, encerrou o diretor da equipe.