F1: Haas investe orçamento restante em 2023 no desenvolvimento do carro de 2024

Guenther Steiner, chefe da Haas, afirmou que sua equipe está utilizando o orçamento disponível dentro do limite de custos da Fórmula 1 em 2023, para auxiliar no desenvolvimento do carro de 2024, na esperança de acelerar o processo de aprendizado.

A equipe vai introduzir uma versão atualizada de seu VF-23 no GP dos Estados Unidos, em Austin, adotando um conceito de carro inspirado na Red Bull. Com essa mudança, a Haas se torna uma das últimas equipes a adotar o efeito ‘downwash’, após a Ferrari ter feito a transição mais cedo este ano, introduzindo novas peças no GP da Espanha.

O VF-23 enfrentou obstáculos no desenvolvimento mais cedo no ano, após a equipe admitir que o carro de 2023 é problemático. O carro apresenta alta degradação de pneus nas corridas, mas é incrivelmente rápido nas sessões de classificação, permitindo que Kevin Magnussen e Nico Hulkenberg estejam algumas vezes presentes no Q3.

Steiner explicou a decisão da equipe, afirmando que o novo pacote de atualizações faz parte do desenvolvimento planejado para 2024, e eles estão usando a temporada atual como um campo de testes para entender melhor o carro. Ele acredita que essa abordagem os preparará melhor para o próximo ano, economizando tempo e recursos.

O chefe da equipe também confirmou que eles manterão seu acordo com a Ferrari para fornecimento de unidades de potência, suspensão e caixa de câmbio, como fizeram no passado. Essa parceria permitirá que a Haas se concentre em outros aspectos do desenvolvimento do carro.

Em resumo, a Haas está fazendo uso de seu orçamento restante de 2023 para acelerar o desenvolvimento do carro de 2024, buscando aprender com as atualizações introduzidas neste ano e garantindo uma transição mais suave para a próxima temporada.