F1: Greve dos trabalhadores de hotelaria em Las Vegas é evitada antes do GP

Boas notícias para os visitantes do GP de Las Vegas de Fórmula 1. Uma anunciada greve em larga escala feita por trabalhadores do ramo da hotelaria, que estava programada para começar no final de semana antes do GP, foi evitada. Os hotéis ao longo da Las Vegas Strip e o sindicato chegaram a um acordo preliminar.

O sindicato ‘Culinary and Bartenders’ havia anunciado no início desta semana que 35.000 pessoas planejavam entrar em greve. Os funcionários da hotelaria na cidade exigiam melhores condições de trabalho e salários. As negociações levaram dezenas de horas, mas os mega-hotéis MGM Resorts International e o rival Caesars Entertainment, chegaram a um acordo preliminar com o sindicato.

A greve estava programada para começar na sexta-feira, e o acordo foi anunciado nesta quinta-feira. Embora o acordo ainda não tenha sido confirmado, deve ser suficiente para evitar a greve, de acordo com a Fox5 Vegas. A greve poderia não atrapalhar o evento da F1 em si, mas os fãs que irão visitar Las Vegas para a corrida poderiam ser prejudicados. O sindicato havia instado os visitantes e outros turistas a não frequentarem hotéis e cassinos durante a greve.