F1: Button diz que tentou vaga na Red Bull antes de seu triunfo com a Brawn GP

O ex-piloto e campeão na Fórmula 1 em 2009, Jenson Button, fez uma revelação surpreendente ao afirmar que buscou uma vaga na equipe Red Bull antes de conquistar seu título com a Brawn GP.

Após a saída repentina da Honda da F1 em dezembro de 2008, deixando Button sem um lugar garantido no grid, o piloto britânico procurou uma solução desesperada. Com apenas um lugar não confirmado na F1 na época, pertencente à equipe júnior da Red Bull, a Toro Rosso (agora AlphaTauri), Button abordou Christian Horner em busca de uma oportunidade.

Button teve sua sorte mudada, quando Ross Brawn, então chefe da equipe Honda, comprou a equipe, garantindo um acordo para utilizar motores Mercedes em 2009. Button dominou as primeiras corridas da temporada, estabelecendo uma vantagem considerável na classificação de pilotos.

No programa de televisão britânico ‘This Morning’, Button compartilhou sua tentativa de escapar da incerteza inicial, buscando oportunidades com outras equipes, incluindo a Red Bull. Ele revelou que, após negociações frustradas, a chegada de Brawn como proprietário da equipe foi crucial para seu sucesso.

Apesar das circunstâncias dramáticas, Button enfatizou que 2009 não foi um ‘acaso’ e destacou o árduo trabalho da equipe Brawn GP. Ele revelou que o momento decisivo foi quando a equipe, apesar das dificuldades, mostrou velocidade imediata nos testes de pré-temporada em Barcelona, confirmando que tinham algo especial.

Button destacou que o título de 2009 foi resultado de anos de desenvolvimento feito pela Honda, antecipando as mudanças regulamentares de 2009. Mesmo após a aquisição pela Mercedes no final da temporada, Brawn permaneceu como chefe da equipe até 2013, desempenhando um papel fundamental no sucesso inicial da Mercedes na era de motores híbridos.