Ekstrom vence oitava especial, e Sainz mantém liderança do Dakar nos carros

Mattias Ekstrom e Emil Bergkvist venceram nesta segunda-feira (15) a oitava especial do Dakar, disputada entre as cidades de Al Duwadimi e Hail, na Arábia Saudita. Em uma especial de 458 quilômetros, a dupla da Audi completou o percurso em 3h17min15s, garantindo a vitória no fechamento do segundo terço da atual edição do mais importante rali do planeta.

A Audi também viu Stéphane Peterhansel e Edouard Boulanger ficarem com a segunda colocação, distantes 2min45s do tempo obtido por Ekstrom e Bergkvist. Guerlain Chicherit e Alex Winocq foram os terceiros com a Overdrive, sendo seguidos pelos líderes do Dakar, Carlos Sainz e Lucas Cruz, da Audi. Seth Quintero e Dennis Zenz, com a Toyota Gazoo Racing, foram os quintos colocados.

Guillaume de Mevius e Xavier Panseri fecharam a especial com o sexto lugar com um carro da Overdrive, enquanto Lucas Moraes e Armand Monleón, da Toyota Gazoo Racing, foram os sétimos. Romain Dumas e Max Delfino, da Rebellion, foram os oitavos, terminando à frente de Giniel de Villiers e Dennis Murphy, nonos com a Toyota. Sébastien Loeb e Fabian Lurquin, da Bahrain Raid Xtreme, fecharam o top-10.

Outra dupla brasileira competindo nos carros, Cristian Baumgart e Beco Andreotti fecharam a especial na 21ª colocação. Já Marcos Baumgart e Kleber Cincea, companheiros de Cristian e Beco na X Rally, abandonaram o Dakar ainda na especial de domingo.

Após a disputa de oito especiais, Sainz e Cruz lideram o Dakar com 33h29min10s, e aparecem 24min47s adiantados em relação a Loeb e Lurquin, os segundos colocados. Moraes e Monleón são os terceiros colocados, distantes 1h05min13s dos líderes. De Mevius e Panseri são os quartos melhores, enquanto De Villiers e Murphy fecham o top-5. Baumgart e Andreotti são os 12º.

A próxima etapa do Dakar será disputada nesta terça-feira entre Hail e Al Ula, com 417 quilômetros de especial.