Steiner otimista para 2024: Haas pode liderar meio do grid da F1

Após dificuldades, Haas visa melhorar e alcançar topo do pelotão intermediário da F1 em 2024

Guenther Steiner, chefe da equipe Haas, permanece otimista antes da temporada de 2024 da Fórmula 1, acreditando que sua equipe “pode terminar no topo do meio de campo” em 2024.

Tendo sacrificado o desenvolvimento durante a temporada de 2021 para estar pronta quando a era do efeito solo da F1 foi inaugurada em 2022, a Haas se viu no final da classificação após apenas o segundo ano do conjunto atual de regras.

A equipe americana começou forte, com Nico Hulkenberg, em particular, realizando várias qualificações fortes que ajudaram a equipe a conquistar pontos, apesar da falta de ritmo de corrida e má gestão de pneus.

No entanto, as dificuldades da equipe em condições de corrida pioraram ao longo do ano e, com os avanços feitos por outras equipes, a Haas se viu em último lugar no Campeonato de Construtores, posição em que permaneceria até o final da temporada. Mas Steiner ainda espera uma reviravolta em 2024.

“Com o teto orçamentário agora em vigor, tudo é possível”, disse Steiner à Sky Sports F1.

“AlphaTauri no final da temporada, McLaren no início da temporada, eles não começaram forte, mas em algum momento eles foram o segundo carro mais rápido, mais de uma vez.

“Tudo é possível.

“Os grandes times sempre serão os grandes times, pelos próximos três a cinco anos eles sempre estarão na frente, mas o meio de campo…

“Não acho que haja equipes de ponta, meio de campo e retardatários mais.

“Existem equipes de ponta e o resto, na minha opinião agora, porque todo mundo está em uma boa posição financeiramente como um negócio [e] tecnicamente.

“Terminamos em último este ano, mas podemos terminar no topo do meio de campo no próximo ano.”

Embora Steiner permaneça confiante de que a Haas possa navegar por um meio de campo apertado para emergir mais alto na ordem, a maneira como 2023 se desenrolou para a equipe deve ser motivo de preocupação.

O chefe da Haas citou as reviravoltas no meio da temporada da McLaren e da AlphaTauri como razões pelas quais a Haas poderia fazer o mesmo, mas a campanha deste ano sugere que a equipe americana já falhou nesse aspecto.

Tanto a McLaren quanto a AlphaTauri conseguiram identificar suas respectivas fraquezas e implementar pacotes de atualização que melhoraram o desempenho.

Para a McLaren, identificar que a equipe havia adotado a abordagem errada de desenvolvimento no inverno de 2022 deu à equipe baseada em Woking tempo suficiente para introduzir um MCL60 fortemente atualizado na Áustria, resultando em vários pódios e um quarto lugar no Campeonato de Construtores no final de 2023.

Da mesma forma, a decisão da AlphaTauri de optar por uma filosofia de design inspirada na Red Bull em Singapura ajudou-a a ultrapassar tanto a Haas quanto a Alfa Romeo para terminar o ano em oitavo.

Enquanto isso, a Haas esperava uma melhoria semelhante com uma atualização de carro inspirada na Red Bull em Austin, Texas, mas isso não aconteceu.

As esperanças da equipe de terminar mais alto do que o último lugar no campeonato não se concretizaram, pois a VF-23 atualizada fez pouco para melhorar o desempenho geral da equipe.

Para a Haas emergir como líder do meio de campo em 2024, Steiner precisará contar com mais do que apenas um grupo apertado para fazer progressos.