F1: Williams fecha os testes com otimismo apesar dos desafios

Alex Albon assumiu o comando do FW46 para um dia completo de pilotagem no circuito de Sakhir, destacando-se como o piloto com o maior número de voltas do dia, totalizando 121. Apesar de um novo problema com a tampa de bueiro, que interrompeu brevemente a sessão final de testes pré-temporada, Albon conseguiu alcançar a sexta posição na tabela de tempos, com uma volta de 1:30.984, apenas 0.662s atrás do tempo mais rápido do dia.

Dave Robson, chefe de desempenho de veículos da Williams Racing, compartilhou sua satisfação com os resultados, destacando um dia produtivo sem problemas técnicos e um avanço significativo na evolução do FW46. A equipe focou em simulações de corrida e na adaptação do carro a diferentes cargas de combustível, estabelecendo uma base sólida para o desenvolvimento contínuo.

Alex Albon expressou otimismo com o desempenho do carro, notando melhorias significativas na dirigibilidade em comparação com os dias anteriores. Apesar de alguns desafios na adaptação às características alteradas do carro, a equipe fez progressos em direcionar os problemas para áreas mais gerenciáveis.

Albon também observou que o campo intermediário da F1 parece estar mais competitivo este ano, com muitas equipes fazendo avanços significativos. Ele prevê que os detalhes finos e a adequação das pistas às características dos carros desempenharão um papel crucial na definição das batalhas ao longo da temporada 2024.

Com os testes pré-temporada concluídos, a Williams Racing se prepara agora para analisar os dados coletados e planejar as atualizações para o início da temporada, visando aperfeiçoar ainda mais o FW46 para o desafio que se aproxima no Grande Prêmio do Bahrein.