F1: Verstappen não descarta mudança para a Mercedes na F1

Jos Verstappen fez manchetes na Áustria ao criticar Christian Horner e agora sugeriu que a saída de Max da equipe Red Bull não está fora de cogitação.

Jos Verstappen não descartou a possibilidade de seu filho Max mudar para a Mercedes na temporada de F1 de 2025. Um confronto entre Jos e o chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, tem sido um tema quente de conversa na Áustria. De acordo com o ex-piloto de F1, Horner não queria que o Jos Verstappen participasse de um ‘Desfile das Lendas’ no circuito.

Horner respondeu à sugestão enquanto a tensão entre os dois, que começou publicamente no início deste ano, surgiu novamente. Perguntado pela Sky Deutschland sobre o futuro imediato de seu filho na Red Bull, Verstappen Sr. disse: “Está acontecendo tanta coisa, então não quero falar muito sobre isso.”

A luta pelo poder dentro da equipe, presente durante grande parte do ano, viu o tricampeão mundial Verstappen ser ligado a uma transferência para a Mercedes, apesar de ter um contrato com a Red Bull até 2028. Com Toto Wolff, da Mercedes, buscando intensamente a assinatura do holandês, perguntaram a Verstappen Sr. se uma mudança para a equipe de Brackley não está fora de questão para Max, ao que ele respondeu: “Correto.”

Os comentários de Jos Verstappen vieram momentos depois de Max conquistar a pole position no sprint na Áustria, um esforço elogiado por seu pai: “Todos estão próximos e Max fez uma volta perfeita. Ele estava muito forte. Será uma corrida agradável e eu acho que Max estava satisfeito,” concluiu.