F1: Verstappen lamenta por Perez, mas segue confiante

Max Verstappen, apesar de um assoalho danificado, garantiu vaga na segunda fila do grid de largada para o GP da Inglaterra de Fórmula 1, em P4. Porém, ele não terá o companheiro de equipe Sergio Perez ao seu lado ou mesmo próximo, já que o mexicano ficou preso na caixa de brita ainda no Q1, depois de rodar sozinho.

O piloto holandês tenta não focar demais na corrida de domingo. “Tento não pensar muito nisso, no final do dia você precisa fazer tudo sozinho, ninguém vai te ajudar a vencer a corrida. É preciso tirar sua força e é claro que é muita falta de sorte perder Checo no Q1, mas do meu lado, amanhã é um novo dia. Primeiramente, vamos ver o que o clima vai nos trazer”, disse Verstappen ao GPblog.

Apesar disso, o holandês espera brigar pela vitória, desde que o carro esteja em boas condições e a largada seja limpa. “Estou confiante de que se tivermos um carro bom, podemos estar na briga. Não estou dizendo que seremos os mais rápidos, mas pelo menos se estivermos no pelotão da frente, sempre há algo possível”, acrescentou.

Questionado sobre a falta do companheiro de equipe na briga contra os adversários cada vez mais fortes, Verstappen respondeu: “Bem, naturalmente você sempre quer os dois carros lá, mas honestamente, hoje acho que foi um pouco de falta de sorte e infortúnio o que aconteceu com Checo, porque não vimos o ritmo dele na sessão de classificação.”

Verstappen, portanto, tenta não menosprezar Perez, que vem de uma série de resultados decepcionantes. “Sempre acho difícil comentar sobre hoje porque ontem, quando ele entrou no carro no TL2, ele parecia bem, sabe? Então é um pouco injusto dizer que este fim de semana tem sido ruim, porque eu realmente senti que no TL2 ele estava bem”, completou o holandês.