F1: Sainz diz que alguns pilotos podem estar atrapalhando os concorrentes de propósito

Carlos Sainz levantou a possibilidade de que alguns pilotos da Fórmula 1 estão deliberadamente atrapalhando seus rivais em certas curvas, mas de maneira que não resultaria em penalidades de grid.

Sainz enfrentou uma difícil sessão de classificação em Abu Dhabi, pois não avançou para o Q2, encerrando a sessão em 16º lugar.

Seu dia complicado seguiu-se a outro incidente durante o treino livre na sexta-feira, quando ele saiu da pista no TL2, poucos minutos após o início.

Um problema durante o Q1 manteve Sainz mais tempo na garagem do que o previsto e o colocou no final da fila enquanto os pilotos se preparavam para suas voltas finais.

O espanhol então afirmou pelo rádio da equipe que foi atrapalhado pelo tráfego e sugeriu que isso aconteceu de propósito.

Em sua última volta rápida no Q3, Pierre Gasly, da Alpine, estava alguns segundos à frente de Sainz quando contornaram a curva 3, de alta velocidade, onde Sainz sofreu seu forte acidente na sexta-feira.

Falando para a imprensa, Sainz afirmou que alguns pilotos estão utilizando táticas em curvas de alta velocidade, sabendo que isso afetará o carro que vem atrás: “Entre nós, pilotos, sabemos disso”, disse ele.

“Sabemos que se você fizer uma curva um ou dois segundos à frente, vai fazer o outro perder um décim ou dois na curva. Vejo pessoas, à medida que os finais de semana passam, quando está apertado no Q1 ou Q2, proporcionando um pouco de ar sujo de propósito em algumas curvas, talvez para fazer o outro piloto perder algum tempo em curvas, mas de forma que não consideramos obstrução, porque não é como se você precisasse tirar o pé”, acrescentou.

“Mas você sabe que está proporcionando ar sujo e sabe que está prejudicando a passagem naquela curva. Todo mundo está fazendo isso. Se você se coloca em uma má posição na pista, você vai sofrer mais”, encerrou o espanhol.