F1: Resultados bem diferentes para a AlphaTauri em Abu Dhabi

A AlphaTauri teve seus dois pilotos com resultados bem diferentes na sessão de classificação para o GP de Abu Dhabi de Fórmula 1. Enquanto Yuki Tsunoda garantiu um bom P6, Daniel Ricciardo ficou apenas em P15.

Jonathan Eddolls, engenheiro-chefe de corrida: “A análise dos dados durante a noite mostrou que ambos os carros precisavam lidar com suas limitações de maneiras ligeiramente diferentes. Daniel precisava de mais dianteira e Yuki precisava de mais estabilidade em comparação com seu carro no TL2. Então, tivemos que equilibrar isso com a temperatura mais alta da pista no TL3, sabendo que cairiam novamente para a sessão de classificação. As mudanças para Daniel foram um pouco longe demais, mas foi bom ter encontrado o limite, então voltamos no meio do caminho para a classificação, com Yuki deixando seu carro com configuração semelhante ao TL3. O foco agora se volta para a estratégia da corrida, onde temos que superar a Williams em oito pontos para terminar em 7º no Campeonato de Construtores. É uma tarefa muito difícil, com vários carros velozes atrás, mas vamos lutar até a bandeira quadriculada e fazer tudo o que pudermos para alcançar nosso objetivo”, concluiu.

Tsunoda: “Hoje foi um dia agradável e especialmente a sessão de classificação foi divertida. A equipe fez um trabalho muito bom porque ontem não foi um dia fácil para nós. As atualizações que trouxemos pareciam boas no papel, mas em termos de equilíbrio eram muito diferentes em comparação com as últimas corridas, por isso tivemos dificuldade em entendê-las inicialmente. Analisamos os dados, fizemos alterações e avançamos de sessão para sessão. Eu me senti mais confortável no carro à medida que avançávamos, então na classificação foi um carro muito bom. A equipe foi ótima e sem o esforço de todos eu não largaria em 6º amanhã. Estamos em uma boa posição para marcar pontos, e apesar de termos alguns caras rápidos atrás de nós, a degradação de pneus parece alta, então nunca se sabe o que pode acontecer. Acho que é possível terminar entre os dez primeiros, então farei o máximo que puder”, acrescentou.

Ricciardo: “Não cometi nenhum erro na minha última volta e acho que tínhamos muito mais para mostrar. Nosso desempenho parecia promissor, mas quando chegamos à pista hoje, sentimos que havíamos perdido um pouco de velocidade. Examinaremos os dados e encontraremos algumas respostas. É uma pena porque ontem parecíamos relativamente fortes, por isso é frustrante não termos conseguido fazer mais hoje. Amanhã será uma corrida longa e parece que algumas equipes pouparam alguns conjuntos de pneus duros, por isso espero que isso abra algumas janelas com estratégia e possamos seguir em frente”, encerrou o australiano.