F1: Presidente da Ferrari garante que Leclerc e Sainz continuarão na equipe

Em pronunciamento durante o ‘Dia do Investidor da Exor’, holding controladora da Ferrari, o presidente John Elkann confirmou que os pilotos Charles Leclerc e Carlos Sainz permanecerão na equipe para além de seus contratos atuais. A dupla, que chegou à Ferrari em 2021, formará a linha de frente da equipe pela quarta temporada consecutiva na Fórmula 1 em 2024.

“Sainz e Leclerc? Eles ficarão, claro”, declarou Elkann, dissipando os rumores de possíveis transferências para outras equipes.

Tanto Leclerc quanto Sainz vinham sendo sondados por outras equipes ao longo da temporada. Antes da renovação de contrato de Lewis Hamilton e George Russell com a Mercedes, Toto Wolff havia demonstrado interesse em Leclerc. Já Sainz era apontado como candidato a se juntar à Sauber (ex-Alfa Romeo), que se tornará a equipe oficial da Audi a partir de 2026.

As confirmações das permanências trazem estabilidade à Ferrari, que busca superar a temporada de 2023, que ficou aquém das expectativas. Apesar de conquistarem sete poles durante o ano, a Scuderia não conseguiu acompanhar o ritmo da Red Bull e terminou a temporada como terceira força entre os construtores.

Elkann destacou a necessidade de converter as pole positions em vitórias em 2024: “A temporada da Ferrari foi decepcionante, mas a maneira como terminou, quase conseguimos o segundo lugar, e ao mesmo tempo, foi positivo que na última parte do campeonato, estivéssemos lutando pelo segundo lugar. Se você olhar para o número de poles que a Ferrari conquistou, é um número alto. Temos que levar isso em consideração e avançar nas próximas temporadas e converter essas pole positions em vitórias.”

Leclerc está vinculado à Ferrari desde março de 2016, subindo pelas categorias de base até chegar à equipe principal após apenas uma temporada na F1. O monegasco, logo em sua estreia, conquistou duas vitórias, incluindo a primeira da Ferrari em Monza em nove anos.

Sainz, por sua vez, foi escolhido para substituir Sebastian Vettel em 2021. Em suas duas temporadas com a Ferrari, o espanhol já subiu ao pódio 16 vezes, conquistou cinco poles e somou duas vitórias, incluindo no GP de Singapura deste ano, a única ‘não-Red Bull’ em 2023.

A continuidade da dupla Leclerc-Sainz representa uma aposta da Ferrari na estabilidade e na experiência. Com ambos os pilotos motivados e com histórico de vitórias, a equipe italiana espera recuperar o protagonismo na F1 em 2024.