F1: Haas confiante em novo pacote para GP da Inglaterra

A Haas ficou satisfeita de modo geral com o desempenho hoje nos treinos livres para o GP da Inglaterra de Fórmula 1, além de ter Oliver Bearman no TL1, piloto que já está confirmado como titular na equipe em 2025. Bearman ficou com o P14 na sessão, enquanto Nico Hulkenberg ficou em P11. Já no TL2 a diferença entre os pilotos foi muito grande, pois Hulkenberg garantiu o P4, enquanto Kevin Magnussen, de volta ao carro, ficou na última posição em P20.

Ayao Komatsu, chefe da equipe: “Ollie voltou ao carro para o TL1 e fez um trabalho muito bom, como antes. É muito bom ter Ollie confirmado na equipe (para 2025) e dar a ele a chance de pilotar na frente de sua torcida, isso foi incrível. Nico pilotou o pacote anterior no TL1 e demos a ele a atualização para o TL2, e ele sentiu a diferença imediatamente. Há certas coisas nas quais ainda precisamos trabalhar, mas para uma execução básica, ficamos felizes com o que vimos. Do lado de Kevin, a história não é a mesma, pois ele sentiu uma diferença no comportamento do carro neste fim de semana em comparação com Spielberg, mas não ficou feliz com o carro. Temos muito trabalho a fazer para descobrir por que Kevin não está feliz enquanto Nico está. No geral, foi um dia de grande sucesso, pois obtivemos os dados e agora temos o feedback dos pilotos, mas a parte ruim é que Kevin não está satisfeito com o carro e isso é algo em que trabalharemos esta noite”, concluiu.

Bearman: “Foi uma boa sessão, especialmente na minha corrida em casa, além de ser uma das minhas pistas favoritas. Há muitos aspectos positivos a serem obtidos a partir de hoje e recebemos o novo pacote em nosso carro, então tivemos que dar uma olhada e dar uma primeira leitura para os caras (equipe). Estou feliz que a sessão tenha corrido bem e desejo boa sorte ao time neste final de semana”, acrescentou.

Hulkenberg: “Foi uma boa sexta-feira. De manhã rodamos o carro com as especificações anteriores e durante o intervalo a equipe colocou a atualização antes do TL2. Certamente existem algumas diferenças, pareceu positivo desde o início, mas obviamente ainda há mais para analisar e otimizar em torno disso, mas a primeira impressão foi positiva e isso é importante e valioso. Pode muito bem ser um fim de semana desafiador com o clima, provavelmente vai chover e precisamos estar preparados para isso. Gosto muito dessa pista no seco, é fascinante a velocidade que corremos por aqui, mas vou aceitar como for”, finalizou o piloto alemão.

Magnussen: “Fiquei de fora do TL1, então estava apenas entrando no ritmo no TL2, e com a chuva no final não consegui fazer uma corrida longa, então não fiz muitas voltas hoje, mas espero que possamos fazer mais amanhã. Pude testar o carro no molhado quando estávamos dando a volta na pista para teinar a largada. Não houve muito ganho nesta sessão, mas há outra amanhã. Eu não me importaria com a chuva, embora Nico também parecesse muito rápido no seco, então vamos aceitar o que acontecer”, completou.