F1: Equipes chegam a Silverstone com diversos pacotes de atualizações

A briga pelo desenvolvimento continua acirrada na Fórmula 1, e várias equipes chegaram ao GP da Inglaterra levando novidades para seus carros. O foco principal das atualizações está na aerodinâmica, visando ganhos em velocidade, eficiência e dirigibilidade.

A Red Bull Racing levou otimizações aerodinâmicas, principalmente no assoalho e nas asas. O assoalho terá um novo design na região superior e atrás do tubo SIS inferior, visando melhor distribuição de energia e pressão. Além disso, a equipe ajustou a asa da borda do assoalho, para aumentar a carga aerodinâmica sem prejudicar a estabilidade do fluxo de ar.

Já a Mercedes optou por uma estratégia mais abrangente, com mudanças distribuídas por todo o carro. O ajuste na asa dianteira busca equilibrar melhor o carro em circuitos de baixa pressão aerodinâmica, enquanto as modificações na asa traseira miram a redução do arrasto, crucial para as retas de alta velocidade de Silverstone. Mudanças nos dutos de freio visam melhorar a refrigeração, e ajustes nas bordas traseiras completam o pacote aerodinâmico da equipe alemã.

Enquanto isso, a McLaren levou uma asa traseira específica para circuitos rápidos, com menor carga aerodinâmica para reduzir o arrasto. Asas dianteiras de carga variável complementam o pacote, permitindo adaptações a diferentes situações aerodinâmicas. O acréscimo de novas saídas de ar na tampa do motor é uma decisão estratégica para otimizar a performance do motor em condições de corrida.

Aston Martin e Haas também chegaram em Silverstone com atualizações significativas, principalmente voltadas para a eficiência aerodinâmica. A Sauber traz uma nova asa inferior para melhorar o gerenciamento do fluxo de ar, enquanto a Haas implementou diversas modificações, incluindo expansões no assoalho para melhorar o fluxo de ar inferior, reposicionamento dos suportes dos retrovisores para melhor fluxo de ar nas laterais, e ajustes nas regiões traseiras para otimizar a aerodinâmica em torno dos pneus traseiros.

Com esses pacotes de atualização, a briga promete ficar ainda mais emocionante no GP da Inglaterra, disputado em um dos circuitos mais rápidos e icônicos do calendário da F1.