FIA Girls on Track Brasil define participantes do Estágio em Motorsports em Goiânia

Depois do sucesso do FIA Girls on Trak Brasil Estágio em Motorsports na Porsche Cup Brasil, realizado em São Paulo, em abril passado, a CFA (Comissão Feminina de Automobilismo) da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), levará dez estudantes de engenharia da região centro-oeste para as etapas da Stock Car e da Fórmula 4 Brasil, categorias da Vicar Promoções Desportivas, que serão disputadas no Autódromo de Goiânia, de 25 a 28 de julho.

“Nosso objetivo é proporcionar oportunidade de experimentar situações reais de trabalho em ambiente de corrida, visando nosso propósito maior que é ampliar a presença de mulheres em todos os setores do automobilismo. Na área de engenharia há bem poucas no Brasil. Na Stock Car e na Copa Truck temos a Rachel Loh; na Fórmula 4, a Erika Prado; e na Porsche Cup Brasil, a Janaina Sanocki. No nosso time na Mitsubishi Cup temos a estudante Gabryelle Ramada, e na Copa Hyundai HB 20 e na Fórmula 1600, no Campeonato Paulista, temos a Patricia Alencar, a primeira mecânica da Stock Car, que está na faculdade de engenharia, e também atuou conosco na Mit Cup, primeiro como mecânica e na última etapa como engenheira. Queremos aumentar esse número”, diz Bia Figueiredo, presidente da CFA, criada por Giovanni Guerra, presidente da CBA, e coordenadora do FIA Girls on Track Brasil.

O critério de seleção entre as inscritas para o Estágio em Motorsports é baseado nessa meta.

“Levamos em conta as regiões geográficas das candidatas; a etnia, buscando reunir brancas, pardas, pretas, asiáticas e indígenas; e o currículo. Priorizamos quem tem alguma experiência e sabe inglês, porque quanto mais preparada estiver, maior a chance de a estagiária vir a conseguir uma posição no mercado de trabalho”, explica a engenheira Rachel Loh, coordenadora do Estágio em Motorsports, que se alinha ao lado de Bia e da especialista em marketing Bruna Frazão na CFA e no FIA Girls on Track Brasil.

Ela também reserva algumas vagas para as que não sabem inglês e nem fazer um currículo ou network, para ensinar como se faz, além de demonstrar a necessidade de estudar a língua inglesa para trabalhar com corridas de carros. E busca direcionar para aprendizagens em sua oficina ou para o movimento Girls Like Racing BR as inscritas não selecionadas para os estágios: “A ideia é manter as meninas e mulheres interessadas em trabalhar com automobilismo em conexão com esse universo”. 

As selecionadas para o Estágio em Motorsports na Stock Car e na Fórmula 4 Brasil

Anna Luiza Da Silva Oliveira – Planaltina/DF
Fernanda Vergini de Freitas Gobbi – Brasília
Gabriely Marcolino Camargo – Goiânia
Izabelle Barros Gama – Goiânia
Maria Tereza Pereira Severo – Goiânia
Natália Duarte da Silva Santos – Anápolis/GO
Patricia Duarte da Mota Porto – Brasília
Rafaela Benhur de Borba – Goiânia
Rayssa R. Oliveira Faria – Goiânia
Virginia de Vasconcelos Campos – Goiânia