Rafael Suzuki vence a corrida 1 da etapa final do TCR South America

Rafael Suzuki venceu a corrida 1 da última etapa do TCR South America, que acontece neste domingo (3) no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel (PR). O brasileiro fechava a primeira fila do grid de largada e aproveitou a chance de assumir a liderança pouco depois das luzes ficarem verdes e se apagarem. Deste momento em diante, a prova foi relativamente tranquila, sendo necessário “apenas” gerenciar o ritmo para trazer para casa a vitória.

Galid Osman terminou em segundo lugar depois de muito tentar se aproximar de Suzuki, enquanto Bernardo Llaver completou o pódio, com o terceiro lugar. Em quarto, tivemos Juan Ángel Rosso, que por pouco não logra a posição de seu compatriota nas últimas voltas. Fabián Yannantuoni finalizou em quinto, seguido de Raphael Reis, que terminou em sexto.

Líder do campeonato, Ignácio “Nacho” Montenegro cruzou a linha de chegada em sétimo lugar. O jovem argentino havia feito o sexto melhor tempo da classificação, mas por conta de uma troca de motor, teve de largar da última posição na corrida 1. O sexto lugar na prova se expressa como um resultado positivo, com um total de sete posições conquistadas.

Fábio Casagrande, companheiro de equipe de Nacho Montenegro na Squadra Martino, terminou em oitavo lugar da geral, mas foi o vencedor entre os pilotos que disputam a Copa Trophy. Em nono, tivemos Pedro Cardoso e, para fechar o top-10, Guilherme Reischl foi o décimo.

O TCR South America volta a acelerar neste domingo às 12h30, com transmissão ao vivo no ESPN 4 e Star +.

Como foi a corrida: Partindo da pole position, Juan Manuel Casella não fez uma boa largada, de modo que Rafael Suzuki, o brasileiro que largou da segunda posição, assumiu a liderança. A “moscada” de Casella abriu espaço para Galid Osman e Bernardo Llaver partirem para cima e ocuparem a segunda e terceira posições respectivamente.

Suzuki tratou de começar a abrir uma vantagem em relação ao resto do pelotão e, faltando pouco mais de 19 minutos para o fim, o gap do líder e Osman era de 2s.O piloto do CUPRA TCR #28 aumentou o ritmo. Em termos visuais, era possível ver Suzuki e Osman na mesma tela e desvantagem caiu para 1s6.

A partir deste momento, os dois pilotos brasileiros ficaram trocando ritmo de prova. Uma volta Suzuki era mais rápido, outra volta era a vez de Galid. Uma vida relativamente confortável, até que Juan Manuel Casella bateu na entrada do Bacião. O regime de bandeira amarela foi decretado e o Safety Car foi para a pista.

Uma vez liberada a pista, o SC foi para os boxes e a bandeira verde voltou a imperar. Na relargada, Suzuki obteve a melhor e manteve a liderança. Logo atrás, na briga pelo terceiro lugar, Bernardo Llaver lidava com a pressão de Rosso, Yannantuoni, Reis e Montenegro, mas mal deu tempo para as disputas. Logo a bandeira quadriculada apareceu. Suzuki venceu, Osman foi o segundo e Llaver o terceiro.