Com Lucas Moraes, TOYOTA GAZOO Racing busca nova vitória no Rally Dakar

Mais importante prova fora de estrada do planeta, o Rally Dakar abre a temporada 2024 do esporte a motor mundial. E a TOYOTA GAZOO Racing parte com um time dos mais fortes para a disputa, que será realizada entre os dias 5 e 19 de janeiro na Arábia Saudita. Entre os pilotos está Lucas Moraes, brasileiro que foi terceiro colocado no ano passado e que terá como companheiro o navegador espanhol Armand Monleón.

“Às vezes, parece que estou sonhando acordado. Muita gente me pergunta como é competir nessa equipe e contra pilotos tão talentosos. E eu explico assim: ‘É como estar na Fórmula 1 do universo do rally’. Como alguém que sonhou em ser piloto desde criança, eu fico pensando: de um lado, este momento é algo surreal. De outro, a responsabilidade é enorme. Estou em um dos melhores times do mundo”, diz Moraes.

Em 2023, quando estreou no Dakar, o piloto brasileiro teve grande desempenho. Longe de problemas ao longo da prova, Moraes e seu navegador naquela edição, o alemão Timo Gottschalk, chegou a aparecer na segunda posição na parte final da disputa, encerrando o maior rali do mundo com a terceira posição já correndo com um modelo Toyota.

“2023 já foi um ano mágico, no qual consegui disputar o Dakar pela primeira vez e terminei no pódio, algo inimaginável e muito além das expectativas. Agora na equipe principal da TGR, quero retribuir a confiança que foi depositada em mim e fazer um bom Dakar. Quero estar à altura, e estou pronto para os desafios que estão por vir. Eu me preparei a vida toda para isso”, completa Moraes.

O brasileiro e todo o time da TOYOTA GAZOO Racing disputarão o Dakar com o Toyota GR DKR Hilux EVO T1U, modelo que vai fazer sua estreia na prova deste ano. Moraes testou o veículo na Namíbia, país localizado no continente africano. Além de Moraes e Monleón, a equipe contará com outras quatro duplas: Seth Quintero e Dennis Zenz, Giniel de Villiers e Dennis Murphy, Saood Variawa e François Cazalet e Guy Botterill e Brett Cummings.

A 46ª edição do Rally Dakar terá 7.891 km de percurso total, sendo 4.727 km deles apenas em especiais. Confira abaixo o roteiro da prova deste ano:

5/1, Prólogo – Al Ula – 28 km
6/1, Etapa 01 – Al Ula –> Al Henakiyah – 405 km
7/1, Etapa 02 – Al Henakiyah –> Al Duwadimi – 431 km
8/1, Etapa 03 – Al Duwadimi –> Al Salamiya –447 km
9/1, Etapa 04 – Al Salamiya –> Al-Hofuf – 425 km
10/1, Etapa 05 – Al Hofuf –> Shubaytah – 375 km
11-12/1, Etapa 06 – Shubaytah –> Shubaytah (48 horas) – 466 km
13/1 – Descanso
14/1, Etapa 07 – Riyadh –> Al Dawadimi – 473 km
15/1, Etapa 08 – Al Dawadimi –> Hail – 407 km
16/1, Etapa 09 – Hail –> Al Ula – 439 km
17/1, Etapa 10 – Al Ula –> Al Ula – 114 km
18/1, Etapa 11 –Al Ula –> Yanbu – 275 km
19/1, Etapa 12 – Yanbu –> Yanbu – 185 km