Miguel Costa tem rápido progresso na KZ com ritmo forte no WSK

A terceira etapa do World Series Karting Super Master foi de aprendizado valioso para o estreante Miguel Costa, piloto que faz sua primeira temporada na classe KZ. Mais jovem competidor do grid, o piloto da equipe Modena Kart promoveu grandes disputas contra vários pilotos experientes, em uma etapa com adversários na média de 25 a 35 anos, além de contar com a presença de 10 campeões mundiais e quase 30 campeões europeus no grid.

“A etapa foi muito boa para aprimorar nossa pilotagem, desde os treinos quando começamos andando bem rápido. As corridas estavam em um nível altíssimo e foi uma honra pode correr contra vários campeões mundiais e europeus no mesmo grid. Eu consegui mostrar boa velocidade e essa foi praticamente nossa segunda etapa de KZ, já que em Cremona a chuva atrapalhou o desenvolvimento. Estou contente com nosso potencial e velocidade”, explica Miguel, que foi o terceiro colocado no treino livre em seu grupo com 28 competidores.

O progresso de Miguel foi visto também na tomada de tempos, onde ficou apenas meio décimo de obter a primeira fila para as baterias. O piloto acabou sendo tocado na pré-final, ação que impediu o piloto de chassi Parolin avançar para a decisão da etapa.

“Classifiquei em sexto, tomando apenas meio décimo do segundo, por um errinho na marcha não classificamos ali na primeira fila. As largadas na KZ são bem difíceis, ainda vamos desenvolver isso para as próximas etapas, mas em ritmo de corrida mostramos muita competitividade”, diz Miguel, que fechou uma das provas no top-10.

Miguel voltará aos treinos e seu próximo desafio será em Valência, no Champions of the Future, entre 6 e 9 de março, desta vez fazendo sua primeira etapa de OK na temporada. A competição servirá de preparação para o Europeu de Kart, programado para entre os dias 21 e 24 de março, no mesmo circuito espanhol.