MotoGP: Bagnaia vê Martin cair a duas voltas e vence na Alemanha; Márquez é 2º

O espanhol Jorge Martín mostrava sua autoridade no mundial de MotoGP neste domingo no GP da Alemanha, etapa de número nove da temporada 2024. No entanto, o piloto da equipe Pramac Ducati, que comandou a corrida principal praticamente desde o início, errou a duas voltas do fim na freada para a curva 1 de Sachsenring.

O piloto, que tinha 15 pontos de vantagem para Francesco Bagnaia, que naquele momento vinha cerca de 0s5 atrás do espanhol, viu sua dianteira se tornar um déficit de 10 pontos.

Com o triunfo, Bagnaia agora é o piloto com mais vitórias na Ducati na história da MotoGP, com 24 frente a 23 de Casey Stoner.

Marc Márquez, que saiu de 13º, fez boa corrida de recuperação e conseguiu subir para o segundo lugar na última volta, após a queda de Martín e uma ultrapassagem sobre seu companheiro de equipe e irmão Álex Márquez. Ambos foram ao pódio – o primeiro pódio de irmãos da categoria desde o GP de Ímola de 1997, com Nobuatsu Aoki e Takuma Aoki.

O quarto foi Enea Bastianini, que demorou para passar Franco Morbidelli e perdeu a chance de atacar pelo pódio. Já o ítalo-brasileiro fez boa corrida e garantiu seu melhor resultado na temporada.

Miguel Oliveira foi o sexto, com Pedro Acosta, depois de largada ruim, sendo o sétimo colocado. Marco Bezzecchi foi o oitavo, com Brad Binder e Raul Fernandez fechando o top 10.

Além de Martín, o único outro abandono foi de Fabio di Giannantonio, com problemas mecânicos.

A próxima etapa da MotoGP ocorre em três semanas, o GP da Grã-Bretanha em Silverstone.

1. Francesco Bagnaia / Ducati Lenovo (GP24) 40m 40.063s
2. Marc Marquez / Gresini Ducati (GP23) +3.804s
3. Alex Marquez / Gresini Ducati (GP23) +4.334s
4. Enea Bastianini / Ducati Lenovo (GP24) +5.317s
5. Franco Morbidelli / Pramac Ducati (GP24) +5.557s
6. Miguel Oliveira / Trackhouse Aprilia (RS-GP24) +10.481s
7. Pedro Acosta / Red Bull GASGAS Tech3 (RC16) +14.746s
8. Marco Bezzecchi / VR46 Ducati (GP23) +14.930s
9. Brad Binder / Red Bull KTM (RC16) +15.084s
10. Raul Fernandez / Trackhouse Aprilia (RS-GP23) +16.384s
11. Fabio Quartararo / Monster Yamaha (YZR-M1) +17.235s
12. Maverick Viñales / Aprilia Racing (RS-GP24) +18.865s
13. Jack Miller / Red Bull KTM (RC16) +25.425s
14. Augusto Fernandez / Red Bull GASGAS Tech3 (RC16) +25.495s
15. Takaaki Nakagami / LCR Honda (RC213V) +25.817s
16. Luca Marini / Repsol Honda (RC213V) +25.854s
17. Johann Zarco FRA LCR Honda (RC213V) +25.952s
18. Stefan Bradl / HRC Test Team (RC213V) +43.047s
19. Joan Mir / Repsol Honda (RC213V) +43.145s
20. Remy Gardner / Monster Yamaha (YZR-M1) +50.115s
Abandonaram
Jorge Martin / Pramac Ducati (GP24)
Fabio Di Giannantonio / VR46 Ducati (GP23)

Campeonato após 9 etapas:
1. Francesco Bagnaia – 222 pontos
2. Jorge Martín – 212
3. Marc Márquez – 166
4. Enea Bastianini – 155
5. Maverick Viñales – 125