Ricciardo e o legado de Tost na F1: Crescimento e desenvolvimento na Toro Rosso

Com a aposentadoria de Franz Tost da AlphaTauri, Ricciardo relembra a influência do austríaco em sua carreira na F1

Daniel Ricciardo recordou seu primeiro encontro com Franz Tost, afirmando que isso “me fez amadurecer mais rápido” antes de sua temporada com a Toro Rosso. Após passar a segunda metade da campanha de 2011 com a equipe HRT, agora extinta, Ricciardo foi contratado pela Toro Rosso para a temporada seguinte. O australiano passou dois anos com a equipe antes de ser promovido para a equipe irmã Red Bull em 2014.

Tendo corrido desde então pela Renault e McLaren, Ricciardo encontrou-se novamente na equipe liderada por Tost este ano, agora competindo sob o nome de AlphaTauri. Tost participou de sua última corrida de F1 em Abu Dhabi no mês passado antes de se aposentar, com Ricciardo refletindo sobre o impacto do austríaco na equipe.

“Eu acho que para a equipe, ele foi tudo, obviamente começando nos dias da Toro Rosso, é onde comecei minha primeira temporada completa na F1”, disse Ricciardo à mídia. “Lembro-me bastante vividamente do primeiro encontro que tive em seu escritório e, sabe, eu meio que entrei com um sorriso. Acho que ele olhou para mim como [ele] tentou me preparar para o que estava por vir. É um esporte sério e é um mundo difícil.”

Ricciardo acrescentou que Tost sempre esteve muito envolvido, participando de todos os debriefings e normalmente falando neles, oferecendo análises ou conselhos. “É a paixão dele. Tem sido tudo que o motivou por tantos anos. Espero que ele possa aproveitar para relaxar um pouco no próximo ano”, disse Ricciardo.