F1: “Temos trabalho a fazer, mas temos uma boa plataforma”, afirmou o chefe da Williams

A equipe Williams considerou que foi um primeiro dia de treinos livres encorajador, antes do GP do Bahrein de Fórmula 1. Os pilotos do time, Alex Albon e Logan Sargeant, também avaliaram bem o comportamento do FW46, mas acreditam que ainda existe muito trabalho a ser feito para chegarem na posição que querem estar.

Dave Robson, chefe de desempenho: “Foi bom colocar o carro em funcionamento novamente e ter todos os 20 pilotos na pista. Inevitavelmente, as equipes começam a convergir nos programas de treinos, quando entramos no final de semana de corrida e assim o quadro competitivo se torna um pouco menos confuso. Dito isto, só saberemos amanhã à noite qual é realmente a ordem. Ambos os pilotos tiveram um dia produtivo, apesar do vento. O FW46 teve um desempenho bom e confiável, e pudemos testar algumas abordagens de configuração diferentes, o que ajuda a correlacionar o simulador com a pista, e nos prepara para eventos mais quentes que virão. Não conseguimos tudo com os pneus macios hoje, mas podemos melhorar isso amanhã. Também precisamos estar atentos ao clima, pois provavelmente enfrentaremos condições frias à medida que o evento avança. Há trabalho a fazer, mas temos uma plataforma consistente para construir”, concluiu.

Albon: “Ficamos relativamente surpresos com nosso ritmo no TL1, mas no TL2 encontramos um bom ritmo com os pneus médios, mas perdemos um pouco com os macios. Os carros ao nosso redor são mais rápidos do que eu gostaria, especialmente o da Haas, por isso precisamos ver o que podemos fazer melhor. O carro parece diferente ao volante, mas ainda não está se traduzindo em desempenho, por isso temos algum trabalho a fazer. Todos parecem ter dado um grande passo durante o intervalo também, por isso é difícil dizer, mas ainda é o começo e ainda há muito que aprender com o carro”, acrescentou.

Sargeant: “Hoje foi bom. O carro pareceu um grande avanço em relação ao teste de pré-temporada e mostra que o trabalho que Alex e a equipe fizeram no terceiro dia, foi um passo na direção certa. No geral estou feliz com o carro e o equilíbrio. Há alguns ajustes a fazer, mas estou bastante confiante com o carro que tenho, só precisamos ver onde estamos em termos de ritmo amanhã. É bom começar minha segunda temporada (na F1) neste final de semana e estou ansioso para melhorar continuamente e ser consistente ao longo do ano”, encerrou.​