F1: Stroll ignora bandeira amarela na qualificação, mas é absolvido pelos comissários

Uma investigação detalhada realizada pelos comissários de corrida sobre o incidente com Lance Stroll, piloto da equipe Aston Martin , durante a sessão de qualificação, resultou em uma decisão importante: o piloto não será punido. Stroll já recebeu uma penalidade de cinco posições no grid de Vegas e vai largar na última posição.

O canadense, representado pelo número 18, foi examinado por uma possível infração ao não reduzir a velocidade adequadamente para uma bandeira amarela simples na Curva 5 durante a qualificação. Esta potencial violação estava relacionada ao Artigo 2.5.5 b) do Código Esportivo Internacional e às notas do Diretor de Corrida, especificamente o item 3.1 do documento 34.

Os comissários, após convocação (documento 40), ouviram tanto o piloto quanto o representante da equipe e revisaram uma variedade de dados, incluindo posicionamento, dados do sistema de sinalização, vídeos, cronometragem, telemetria, comunicações de rádio da equipe e vídeos internos dos carros. A comparação detalhada da telemetria de Stroll com a de seu companheiro de equipe no carro número 14 revelou nuances cruciais em seu desempenho. Foi observado que Stroll diminuiu o acelerador mais cedo do que em sua volta rápida anterior, retornando ao acelerador mais tarde e entrando na curva com uma velocidade significativamente menor em comparação com sua volta rápida anterior e a de seu colega de equipe.

Além disso, o tempo de Stroll no setor da bandeira amarela foi maior do que em sua volta mais rápida anterior. Este detalhe é particularmente notável, considerando que os tempos de volta estavam melhorando ao longo da sessão devido à evolução da pista. Com base nessas descobertas, os comissários decidiram não tomar nenhuma ação adicional contra Stroll.

O F1MANIA.NET cobre o GP de Las Vegas da F1 ‘in loco’ com Victor Berto.