F1: Stroll adota abordagem mais cautelosa antes da temporada 2024

Lance Stroll, piloto da Aston Martin, afirmou que está adotando uma abordagem mais cautelosa para evitar riscos durante 2024, exatamente um ano após sua temporada de Fórmula 1 no ano passado quase terminar antes mesmo do início, devido a um grave acidente de bicicleta que ele sofreu antes da pré-temporada.

Nesse acidente ocorrido pouco antes do início dos testes de pré-temporada em 2023, Stroll sofreu fraturas nos dois pulsos, sendo que uma delas foi mais grave. Apesar dos contratempos, o piloto conseguiu se recuperar a tempo para o início da temporada, mas os efeitos persistentes da lesão o acompanharam por algum tempo.

Com um sorriso, Stroll revelou que tomou medidas drásticas para evitar lesões durante a pausa de intervalo entre as temporadas. “Meu apartamento está cheio de almofadas, e não me é permitido sair”, disse o piloto canadense de maneira descontraída para a imprensa.

Ele continuou dizendo que abriu mão do ciclismo de montanha, e agora se dedica às corridas a pé. “Posso correr. Na verdade, ninguém me disse isso, mas acredito que vivemos e aprendemos todos os dias. Então, estou correndo. Tomando cuidado para não torcer o tornozelo. Apenas correndo em passadas retas e cuidando dos meus membros. Quero estar nos testes no Bahrein este ano. Esse é o plano”, concluiu o canadense.

Na temporada passada, Stroll teve que abrir mão dos dias de teste na pré-temporada, com o piloto reserva da Aston Martin, o brasileiro Felipe Drugovich, assumindo seu lugar. Houve dúvidas na época se Stroll estaria pronto a tempo para o primeiro GP da temporada no Bahrein, mas após uma cirurgia no pulso, o canadense conseguiu participar da primeira corrida de 2023, mesmo ainda sentindo muitas dores.