F1: Sainz nega ter ignorado ordens da Ferrari em Barcelona

Carlos Sainz rebateu as acusações de Charles Leclerc sobre o descumprimento de ordens de equipe no GP da Espanha de Fórmula 1. O monegasco havia afirmado que ambos concordaram em manter posições no início da corrida, mas Sainz ultrapassou o companheiro na terceira volta.

Sainz alega que não havia tal acordo e que sempre segue as ordens da Ferrari. “Se eu fiz a ultrapassagem, é porque acreditei que não havia nenhum combinado. Se houvesse uma ordem de equipe, eu seria o primeiro a obedecer, como demonstrei na corrida”, disse o espanhol.

O piloto da Ferrari também destacou seu histórico de obediência à Scuderia. “Em quatro anos na equipe, sempre segui todas as ordens que me deram. Discutimos depois se foi a decisão certa, mas as ordens são cumpridas.”

Apesar da polêmica na Espanha, Sainz e Leclerc afirmam que a relação não está abalada. O espanhol considera natural a ocorrência de confrontos entre companheiros de equipe que brigam por posições similares.

“Com Charles, esse não foi o primeiro desentendimento e não será o último. É normal termos algumas disputas por ano, pois compartilhamos a pista por 24 corridas. É inevitável haver pequenas brigas”, afirmou Sainz.

“O importante é que, após quatro anos, a relação com Charles sempre foi boa. Resolvemos esses problemas entre nós, sem envolver a chefia. Às vezes, prefiro que fique fora da mídia, mas estamos fazendo o melhor possível”, finalizou o piloto espanhol.