F1: Ricciardo confiante em si mesmo a na AlphaTauri para 2024

Daniel Ricciardo está empolgado com o próximo capítulo de sua carreira na Fórmula 1, e não apenas por voltar ao grid. O australiano vê um ‘caminho compartilhado’ entre sua própria volta por cima e a ascensão da AlphaTauri, a equipe que lhe abriu as portas em 2023.

Após ser dispensado pela McLaren no final de 2022, Ricciardo substituiu Nyck de Vries na AlphaTauri no meio da temporada e garantiu seu lugar para 2024. Aos 34 anos, ele formará novamente dupla com Yuki Tsunoda, que estará em sua quarta temporada na F1, marcando a transição da AlphaTauri de um mero campo de treinamento para jovens pilotos da Red Bull, para uma equipe com ambições próprias.

Já foi confirmado pela Red Bull, que a AlphaTauri não será vendida (conforme foi bastante cogitado), mas em vez disso, fortalecerá a colaboração técnica com a matriz. A escuderia de Faenza também passará por uma reformulação em 2024, com Laurent Mekies como chefe de equipe e Peter Bayer como CEO, além de uma mudança de nome.

Com a AlphaTauri subindo do fundo do campeonato até o oitavo lugar nas últimas provas da temporada 2023, Ricciardo vibra com o que o futuro reserva para a equipe. “Encontramos algumas coisas boas no carro durante a temporada”, disse ele. “Levamos uma atualização para o GP de Abu Dhabi e foi positiva.”

“Sinto que estamos na direção certa. Tudo o que dei feedback à equipe, eles ouviram e fizeram o melhor para implementar. Honestamente, não posso pedir muito mais no momento. Obviamente, agora tudo se resume à velocidade com que conseguimos novas peças para o carro. Acho que estamos todos no mesmo lugar, olhando para o futuro. Acho que eles valorizam a experiência que tenho, e isso é realmente importante para seguir em frente. Eles são motivadores. Sinto que esse não é mais um time júnior, e com muitos planos para o próximo ano, espero que possamos provar isso na pista e conquistar mais pontos, como nas últimas corridas”, disse o australiano.

Ricciardo já afirmou que seu objetivo é encerrar a carreira na Red Bull, muito provavelmente no lugar de Sergio Perez, que enfrenta muita pressão após um 2023 complicado. Mas o australiano está positivo com o rumo da AlphaTauri e aliviado por ser visto como um piloto capaz de vitórias, e não a sombra de seu desempenho na McLaren.

“Há muita coisa emocionante para mim neste retorno”, acrescentou ele. “Há também uma equipe que está se reconstruindo, um pouco como eu nesta fase da minha carreira. Estamos todos em um caminho semelhante. Então, eu diria que há muita confiança.”

“Acho que Yuki evoluiu muito nesta temporada e se provou. A equipe tem muita fé em mim. Acho que eles ainda me veem como um piloto da Red Bull e pelo que conquistei lá, não pelo que passei na McLaren. Estamos todos em um bom lugar”, concluiu o australiano.