F1: Ocon lidera e Doohan soma quilometragem com a Alpine em Abu Dhabi

A equipe BWT Alpine F1 encerrou sua jornada de 2023 com chave de ouro em Abu Dhabi, finalizando os testes de pós-temporada no circuito de Yas Marina. Este evento marcou a última atividade oficial da equipe na pista com o modelo A523.

Durante o dia de testes, Esteban Ocon, acompanhado do piloto reserva Jack Doohan, demonstrou desempenho excepcional. Ocon finalizou em primeiro lugar na tabela de tempos, cravando 1min 24.393secs – apenas 0.002 segundos mais lento que seu tempo de classificação no Grande Prêmio de Abu Dhabi. Este resultado veio após um dia produtivo onde completou 110 voltas.

Por sua vez, Jack Doohan, acumulando mais experiência ao volante do equipamento moderno da Fórmula 1, terminou o dia em sétimo lugar, com o tempo de 1min 25.038secs, após 108 voltas. Essa oportunidade se soma à sua participação nas práticas em Cidade do México em outubro e em Abu Dhabi na semana anterior.

Com o encerramento dos testes, a equipe de pista se prepara para retornar às bases de Enstone e Viry, enquanto o início dos testes de pré-temporada em Bahrain se aproxima, a 86 dias de distância.

Esteban Ocon compartilhou suas impressões sobre os testes: “A temporada oficial na pista terminou com os testes pós-corrida aqui em Abu Dhabi. Tivemos um dia muito ocupado com um programa importante e extenso a cumprir. Conseguimos fazer mais de duas distâncias de corrida e completamos nosso plano com sucesso, testando diferentes compostos, cargas de combustível e configurações. É sempre bom ver seu nome ao lado do P1, mas em dias de teste essas coisas são irrelevantes! Hoje nos despedimos do A523, um carro que nos trouxe altos e baixos nesta temporada, mas que também serviu como base para enfatizar as áreas que precisamos melhorar para sermos melhores em 2024. Agora é hora de descansar antes de começarmos nossos preparativos para a próxima temporada”.

Jack Doohan também expressou sua satisfação: “Foi um ótimo dia e é sempre bom ter um dia inteiro de testes, pois há um pouco mais de liberdade para explorar o carro. Dirigir no Primeiro Treino Livre foi uma experiência incrível na semana passada, mas em dias de teste, há muito mais a fazer e o programa é muito maior e mais detalhado. Hoje percorremos uma lista extensa de tarefas, avaliamos vários compostos de pneus, cargas de combustível e itens de configuração e completamos 108 voltas. Eu diria que fisicamente isso é um desafio, mas me sinto bem e é importante para a equipe ter todos os dados. O carro se comportou bem e estou satisfeito por termos executado nosso programa com eficiência. Me senti confortável, feliz com o trabalho do dia e agora é hora de uma pausa na pilotagem antes de mudarmos o foco para trabalhar no próximo ano”.