F1: Hakkinen aposta em Verstappen no Japão

Pode ter sido uma surpresa para a Red Bull Racing, a Ferrari vencer o GP da Austrália de Fórmula 1, após o abandono de Max Verstappen. O chefe da equipe, Christian Horner, disse após a corrida que achava que a Ferrari seria um pouco mais rápida de qualquer maneira, mesmo que o holandês não tivesse abandonado. No entanto, o ex-piloto e bicampeão de F1, Mika Hakkinen, acredita que a Red Bull tem pouco com o que se preocupar no Japão, conforme escreveu em sua coluna para a Unibet.

Enquanto a Red Bull ainda foi extremamente dominante no Bahrein e na Arábia Saudita, esse não foi o caso na Austrália. A pole position de Verstappen não era algo tão óbvio de antemão. O holandês então teve que abandonar a corrida após apenas três voltas, com problemas de freio, e Sergio Perez terminou a corrida apenas em P5. Dessa forma, Carlos Sainz conquistou a vitória sem ser realmente desafiado pela Red Bull.

Será diferente no Japão, segundo Hakkinen: “Depois de um fim de semana difícil na Austrália, devemos esperar que a Red Bull se recupere e esteja muito forte durante todo o final de semana no Japão. Max Verstappen venceu aqui nos últimos dois anos, e a menos que a equipe sofra outro problema técnico surpreendente, similar ao problema de freio em Melbourne, é difícil vê-lo ameaçado em uma luta direta.”

Hakkinen acredita que a Ferrari e a McLaren serão rápidas o suficiente para dificultar a vida do companheiro de equipe de Verstappen, Perez: “A Ferrari tem um carro rápido e a vitória em Melbourne deixou Sainz e Charles Leclerc muito positivos e motivados para o Japão. Não há nada como vencer para dar um impulso bacana para a equipe!”

O finlandês continuou: “Mas a McLaren também foi rápida em Suzuka no ano passado, então vamos ver o que se desenrola na disputa Ferrari x McLaren pelas posições no pódio no próximo domingo”, encerrou o finlandês.