F1: Fotógrafo é levado ao hospital após acidente envolvendo Magnussen, Pérez e Hulkenberg

Um grave acidente envolvendo Kevin Magnussen, Nico Hulkenberg e Sergio Pérez marcou o GP de Mônaco. Considerando o estado em que ficou o carro de Pérez – restando muito pouco do Red Bull – é um milagre que nenhum dos pilotos tenha se machucado. No entanto, um fotógrafo que estava próximo ao local do acidente não teve a mesma sorte.

O fotógrafo foi atingido por destroços de um dos carros e a equipe médica presente no circuito decidiu transportá-lo para o hospital. Felizmente, após uma avaliação completa, ficou claro que ele não sofreu ferimentos graves. O fotógrafo voltou ao circuito e pôde retomar seu trabalho.

Após o acidente, os comissários decidiram não atribuir culpa a nenhum dos pilotos envolvidos, portanto, não foram aplicadas penalidades. Kevin Magnussen, em particular, deve estar aliviado, já que o dinamarquês não pode acumular mais pontos de penalidade em sua licença, pois correria o risco de ser suspenso para um Grande Prêmio.

O acidente ocorreu em uma seção crítica do circuito, onde a visibilidade e a distância de frenagem são limitadas, aumentando o risco de colisões. O incidente destacou novamente os perigos inerentes às corridas de Fórmula 1, especialmente em circuitos urbanos como Mônaco, onde as barreiras estão muito próximas da pista.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ todas as atividades do GP de Mônaco com o jornalista Rodrigo França.